Prova de concurso para professor de Sociologia

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

MAGISTÉRIO PÚBLICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DO ENSINO MÉDIO DO
ESTADO DA BAHIA
Aplicação: 9/1/2011 

41. O surgimento da sociologia vincula-se ao
contexto histórico relativo à
A  – crise do liberalismo na
década de 30 do século passado.
B  – consolidação do
mercantilismo.
C  – urbanização europeia no

século XIX.

D – ascensão dos movimentos
sociais no início do século XIX.
42. O conceito de sociedade
A – abarca os conceitos de
infraestrutura e superestrutura.
B – é de extrema importância
para os estudos sociológicos, uma vez que, a partir da sociedade, são criados e
organizados os 
elementos mais importantes da vida social.
C – foi desenvolvido
exclusivamente na sociologia, área que se 
volta para o estudo dos
temas sociais.
D – possibilita à área de
sociologia menor nível de subjetividade na 
produção de
conhecimento, comparando-se aos conhecimentos produzidos pelas áreas de
antropologia e história.
43. De acordo com Karl Marx, fetiche consiste
A – no domínio de uma classe
social sobre outra.
B – na projeção de supostas
características e propriedades a um 
objeto que aparentemente
conferem a ele vida própria.
C  – na negação do caráter
instrumental dos objetos para a vida 
social.
D – na preocupação que a sociedade tem de vincular-se com o poder.
44. Segundo Max Weber, nas sociedades modernas, a maioria das ações sociais
das pessoas caracteriza-se pelo
A – afeto, como resultado da
expressão de emoções.
B – referencial
carismático-liberal, por meio de identificação com 
as lideranças sociopolíticas.
C  – uso de meios eficientes
para se alcançarem objetivos.
D  – comprometimento com um
valor ou conjunto de valores para 
a orientação das ações.
45. O conceito sociológico de família nuclear
refere-se
A – à família composta por
pais e sua prole.
B – ao fato de a família ser
a base de qualquer sociedade.
C – à realidade fragmentária
e ao isolamento da sociedade 
moderna.
D – à ascendência que deu
origem a diferentes gerações.
46. O conceito de socialização relaciona-se
A – à divisão das riquezas acumuladas por meio de
heranças.
B ao processo em que os indivíduos são preparados para participar de
sistemas sociais.

C – à criação e à fixação da individualidade do
sujeito na sociedade.

D – à socialização do Estado, com o objetivo de
torná-lo democrático.
47. Nas sociedades industriais avançadas, o mundo
do trabalho caracteriza-se pela
A – mudança de emprego pelo
trabalhador.
B – ampliação do tempo de
permanência no emprego, 
particularmente por parte dos ocupantes de cargos
de direção.
C – redução da produtividade
individual, em virtude da exaustão 
da inovação tecnológica.
D – transferência de mão de
obra do setor secundário e do terciário 
da economia para o primário.
48. O conceito de indústria cultural desenvolvido
pela Escola de Frankfurt refere-se:
A – ao potencial
revolucionário dessa indústria.
B – à produção cultural como
linha de montagem.
C – ao desenvolvimento
cultural proporcionado pela economia 
industrializada.
D – à percepção das culturas
de massa como meios de controle 
social.
49. Considerando-se que o atual processo de
globalização é diferente de qualquer outro que tenha acontecido anteriormente e
que, com esse processo, pela primeira vez, pode-se falar em uma economia global
que inclui todas as nações do mundo, é correto afirmar que, nas últimas duas
décadas, o processo de globalização
A – inseriu-se no contexto
do capitalismo no plano internacional.
B – tornou o conceito de
mercadoria questionável, com a crise das relações sociais.
C – provocou o surgimento de
organizações não governamentais.
D – contribuiu para a
autonomia das economias nacionais em 
relação à dinâmica econômica
internacional.
50. Entre as contribuições sociológicas da obra
Casa grande e senzala, inclui-se
A – a denúncia do discurso
sobre a existência de uma suposta democracia racial brasileira.
B – a abordagem economicista
para explicar as relações entre índios, negros e portugueses no Brasil
Colonial.
C – a defesa do
branqueamento da população brasileira como resposta ao dilema das relações
raciais.
D – o entendimento da
formação histórica do Brasil como movimento propiciador de uma sociedade
híbrida, em uma positiva experiência de relações humanas.
 Gabarito:
Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
Leave a response comment1 Response
  1. βყα
    fevereiro 26, 14:49 βყα

    Olá. Adorei as questões publicas!

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: