Brasileiro lê pouco, mas assiste muita TV, ouve muito Rádio e usa muito o Computador

Um recente pesquisa entre 30 países buscou identificar quantas horas semanais, em média, passa o cidadão assistindo TV, ouvindo rádio, usando o computador/internet (sem fins de trabalho) e lendo um livro.

Duas coisas me chamaram atenção: o tempo de leitura semanal do brasileiro (obs: não trata-se de leitura de livros, mas qualquer uma, tais como jornal e revista) e o pouco tempo que “sobra” para as nossas relações pessoais.
De acordo com a pesquisa, em relação ao tempo semanal de leitura, o brasileiro (5,2 horas) só é menor que, respectivamente Taiwan, Japão e Korea, ficando em 27º no ranking de 30 países.  Estamos abaixo da média global (6,5).
Outro problema é o pouco tempo que a modernidade nos “permite” ter com nossos amigos e familiares. Pense comigo. Uma semana tem 168 horas, desta,  cerca de 49 horas passamos dormindo, e 40 horas trabalhando. Sobram 79 horas para todas as demais tarefas. 51 horas são destinadas a TV, ao Rádio, à Internet e à leitura. Quanto sobra para a família e os amigos?
Os grandes “vilões roubadores” de tempo são a TV, o Rádio  e a internet. Passamos, em média, 18,4 horas semanais assistindo TV, 17,2 horas ouvindo rádio e 10,5 horas em frente ao computador. Somados são 46,1 horas semanais.
Tabela 1. Situação do Brasil em comparação com a média global
TV
Rádio
Internet/computador
Leitura
Horas
Ranking
Horas
Ranking
Horas
Ranking
Horas
Ranking
BRASIL
18,4 horas
17,2 horas
10,5 horas
5,2 horas
27º
MÉDIA
GLOBAL*
16,6 horas
14º
8 horas
20º
8,9 horas
15º
6,5 horas
14º
Fonte: NOP World Culture Score(™)
*Dentre a colocação dos 30 países analizados, foi realizado um estudo para identificar a média global e posteriormente comparar com os países em análise.

Ranking: Horas semanais destinado à leitura:
1. India — 10 hours, 42 minutes
2. Thailand — 9:24
3. China — 8:00
4. Philippines — 7:36
5. Egypt — 7:30
6. Czech Republic — 7:24
7. Russia — 7:06
8. Sweden — 6:54
8. France — 6:54
10. Hungary — 6:48
10. Saudi Arabia — 6:48
12. Hong Kong — 6:42
13. Poland — 6:30
14. Venezuela — 6:24
15. South Africa — 6:18
15. Australia — 6:18
17. Indonesia — 6:00
18. Argentina — 5:54
18. Turkey — 5:54
20. Spain — 5:48
20. Canada — 5:48
22. Germany — 5:42
22. USA — 5:42
24. Italy — 5:36
25. Mexico — 5:30
26. U.K. — 5:18
27. Brazil — 5:12
28. Taiwan — 5:00
29. Japan — 4:06
30. Korea — 3:06

Quais conclusões são possíveis de serem extraídas dessa pesquisa, sobretudo em relação ao Brasil? Deixo essa questão como sugestão para reflexão.
Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: