Até quando esperar? – Música de Plebe Rude

Letra:
Não é nossa culpa nascemos já com a benção
Mas isso não é desculpa pela má distribuição
Com tanta riqueza por aí onde é que está
Cadê sua fração (BIS)
Até quando esperar e cadê a esmola que nós damos
Sem perceber que aquele abençoado
Poderia ter sido você
Com tanta riqueza por aí (…)
Até quando esperar até me ajoelhar BIS
Esperando a ajuda de Deus
Posso vigiar teu carro te pedir trocados
Engraxar seus sapatos (BIS)
Sei
Não é nossa culpa nascemos já com a tensão
Até quando esperar até me ajoelhar
Esperando a ajuda do divino Deus

Breve comentário:
Quando nascemos já encontramos os fatos sociais constituídos, os quais nos são externos,coercitivos e coletivos. Mas esse fato não impossibilita promovermos rupturas. A grande questão é que rupturas sociais geralmente são lentas e quando rápidas geram grandes pressões em favor das permanências… por isso é tão difícil mudar!

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: