A fábula – Engenheiros do Hawaii

Fábula (Letra)Era uma vez um planeta mecânico,
lógico, onde ninguem tinha dúvidas
havia nome pra tudo e para tudo uma explicação
até o pôr-do-sol sobre o mar era um gráfico
adivinhar o futuro não era coisa de mágico
era um hábito burocrático, sempre igual
explicar emoções não era coisa ridícula
havia críticos e métodos práticos
cá pra nós, tudo era muito chato
era tudo tão sensato, difícil de aguentar
todos nós sabiamos de cor
como tudo começou e como iria terminar
mas de uma hora pra outra,
tudo o que era tão sólido desabou, no final de um século
raios de sol na madrugada de um sábado radical
foi a pá de cal, tão legal
não sei mais de onde foi que eu vim
por que é que estou aqui, para onde eu irei
cá pra nós, é bem melhor assim
desconhecer o início e ignorar o fim
da fábula

BREVE COMENTÁRIO:
Nesta música é possível observarmos uma crítica ao comportamento social, isso por ele ser previsível e coletivo, características dos Fatos Sociais.
Outra abordagem possível é discutir a corrente sociológica que interpreta a sociedade como uma espécie de engrenagem, corrente essa denominada funcionalista.

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e docente do Centro de Educação dessa mesma instituição de ensino. Fundador e editor do Blog Café com Sociologia. Pesquisa as temática "movimentos sociais" e "ensino de Sociologia".

View more articles Subscribe
Leave a response comment1 Response
  1. Thamiris Moreno
    abril 29, 20:31 Thamiris Moreno

    ótima música.
    particulamente gosto muito das letras do Engenheiros do Hawaii.
    Indico a você trabalhar com a música Xanéu nº5 – O teatro Mágico.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: