Para refletir…

“Não cabe às ONGs brasileiras acabar com ou pretender substituir o Estado, mas colaborar para a sua democratização. Não cabe às ONGs produzir para o conjunto da sociedade os bens e serviços que o mercado não é capaz de produzir, mas propor uma nova forma de produzir e distribuir que supere os limites da lógica do capital”. [ Betinho ]
……………………………………………………………………………
Comentário:
Acredito que Betinho ao pronunciar a presente frase compreendia que o mercado estava induzindo o fortalecimento das ONGs a fim de enfraquecer o Estado. É a idéia do Estado Mínimo.
Para este sociólogo as ONGs não deveriam assumir o papel paternalista, mas colaborar juntamente com o Estado na busca de soluções ótimas.
…………………………………………………………………………………………………………………………………………..
Sugestão para aula:
Utilizando-se desse pensamento proponha aos alunos um debate em torno da temática: o papel das ONGs e do Estado na contemporâneidade.
Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e docente do Centro de Educação dessa mesma instituição de ensino. Fundador e editor do Blog Café com Sociologia. Pesquisa as temática "movimentos sociais" e "ensino de Sociologia".

View more articles Subscribe
Leave a response comment1 Response
  1. Thamiris Moreno
    abril 29, 20:28 Thamiris Moreno

    interessante o pensamento.
    na minha concepção as ONG'S devem trabalhar junto com o governo sim.
    juntos em prol de uma boa causa podemos mais.

    Parabéns pelo blog professor.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: