Dica de música para aula: Cidadão de papelão

O Teatro Mágico
Composição: Fernando Anitelli/Maíra Viana

O cara que catava papelão pediu
Um pingado quente, em maus lençóis, nem voz
Nem terno, nem tampouco ternura
À margem de toda rua, sem identificação, sei não
Um homem de pedra, de pó, de pé no chão
De pé na cova, sem vocação, sem convicção
À margem de toda candura
À margem de toda candura
À margem de toda candura
Um cara, um papo, um sopapo, um papelão
Cria a dor, cria e atura
Cria a dor, cria e atura
Cria a dor, cria e atura
O cara que catava papelão pediu
Um pingado quente, em maus lençóis, à sós
Nem farda, nem tampouco fartura
Sem papel, sem assinatura
Se reciclando vai, se vai
À margem de toda candura
À margem de toda candura
Homem de pedra, de pó, de pé no chão

Não habita, se habitua
Não habita, se habitua

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
Leave a response comment2 Responses
  1. Thamiris Moreno
    maio 03, 20:32 Thamiris Moreno

    ótima escolha professor, espero que tenha gostado das músicas do O teatro Mágico.

    reply Reply this comment
  2. Cristiano Bodart Bodart
    maio 03, 22:56 Cristiano Bodart Bodart

    Thamiris,
    valeu pela dica.
    Vou ouvir as demais músicas deles.
    Um abraço.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: