Música e discriminação

Dica de tema para debate em sala de aula:

“Deputada impetra projeto de lei parar acabar com letras maliciosas. Segundo ela, o projeto prevê a proibição de financiamento público para artistas que incentivem violência contra mulheres” (site G1).

Questões que podem ser abordadas:
1 – Qual o limite da legitimidade da manifestação cultural?
2 – Seria tais músicas uma prova de que existem muitas “permanências” machistas?
3 – Como a mídia induz a interpretação irreal da realidade. (o projeto não é para acabar com esse tipo de música, mas para proibir que o contribuinte pague a conta de apresentações que supostamente humilha a mulher).

Fonte: https://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL1668940-15605,00-LETRAS+MALICIOSAS+DE+MUSICAS+BAIANAS+CAUSAM+POLEMICA.html

Conheça o site da referida deputada: https://luizamaia.com/n/debate-sobre-projeto-de-luiza-maia-ganha-o-brasil-com-reportagem-da-rede-globo

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e docente do Centro de Educação dessa mesma instituição de ensino. Fundador e editor do Blog Café com Sociologia. Pesquisa as temática "movimentos sociais" e "ensino de Sociologia".

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: