Valorização do magistério

Prezados leitores do blog Café com Sociologia,
Estarei abrindo um parêntese nesse blog para colaborar com o protesto do professor de Geografia Cleverson de Sá, de Minas Gerais. Peço que também colaborem clicando acima em share (compartilhar no facebook).
Seu protesto está ligado a duas situações correlatas que vem acontecendo em Minas Gerais (governo do PSDB) e em muitas outras localidades desse Brasil a fora: baixos salários dos professores do Ensino Básico e quando estes vão as ruas reinvindicar são fortemente punidos.
Segue o relato do professor Cleverson:

Meu salário do mês de JaneiroOlha a minha maior motivação para retornar as aulas em fevereiro!!!!Vou sacar meu salário, comprar um Hot Wheels e depositar o restante na conta poupança do Henrique!!!Aliás, com este salário tenho algumas vantagens como ficar isento com o IR e posso me candidatar ao programa de Bolsa Família…rs. Mas o mais importante: ninguém terá coragem de me pedir dinheiro emprestado.


Segue ainda o comentário…

    •  
      Só para esclarecer alguns que ainda defendem a política do Governo de Minas: Aqueles que me conhecem há algum tempo sabe que minha vontade de lecionar sempre foi grande. Minha formação profissional me dá condições também de trabalhar na área de pesquisa como bacharel, mas sempre quis estar em sala de aula. Sou concursado, mas nunca deixei de correr atrás de outros objetivos. Por competência, da mesma forma que fui aprovado em um concurso público, abri portas em escolas particulares. Hoje trabalho em duas instituições reconhecidas em minha cidade, em um cursinho pré-vestibular e mantenho meu vínculo no estado. E quero deixar bem: não nego esforços para dignificar a educação pública, aliás são os alunos desta rede que precisam mais ainda de uma educação de qualidade para um futuro promissor!
      Mas onde está a valorização do professor neste estado que é o terceiro mais rico da Brasil e que vai sediar dois jogos da seleção brasileira?
      Não vou dar uma de Jesus e sair proclamando que dou aula apenas “por Amor”!!! Tenho esposa e filho! Tenho meus sonhos de consumo… que com cinco reais não posso realizar!
      E só para finalizar: Fiz greve, e não repus as aulas! Por quê? Por que se é para ganhar isto, prefiro ficar com minha família nas férias, mesmo que seja dentro de casa por causa das chuvas…

        •  Divulguem ai galera!!!! Tenho vergonha não!!!
Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: