Refletindo as relações entre patrões e empregados quanto aos direitos trabalhistas

image_pdfimage_print

Por Cristiano das Neves Bodart

Que tal apresentar aos alunos um desenho animado para levá-los a refletir sobre as relações de trabalho e o papel de uma legislação mediadora para que as condições de negociações entre empregado e patrão sejam menos desiguais?

A fim de provocar a reflexão dos alunos, indicamos levantar os seguintes questionamentos*:

  1. No desenho “Família Dinossauro” temos uma situação representativa da realidade?
  2. O personagem Dino tem condições de pressionar o seu patrão para obter aumento salarial? Por quê?
  3. Por que o patrão do Dino não lhe dá o aumento salarial solicitado, mesmo não sabendo de quanto seria?
  4. Observando a realidade brasileira atual, a situação do trabalhador seria melhor ou pior se não houvesse leis que lhe garante alguns direitos, tais como salário mínimo, férias, carga-horária de até 8 horas/dia, etc?
  5. As condições de patrões e empregados em momento de acordos trabalhistas são as mesmas? Por quê?
  6. Como garantir condições minimamente iguais patrões e empregados em momento de acordos trabalhistas?
  7. Se dependesse apenas do patrão, sem nenhuma lei regulando as relações sociais, o patrão faria a mesma coisa que fez o patrão do Dino? Por quê?

 

* As respostas podem ser solicitadas de forma coletiva e verbalmente ou individualmente, por escrito.

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e docente do Centro de Educação dessa mesma instituição de ensino. Fundador e editor do Blog Café com Sociologia. Pesquisa as temática "movimentos sociais" e "ensino de Sociologia".

View more articles Subscribe
Leave a response comment3 Responses
  1. Lucas Mantovani
    maio 23, 16:05 Lucas Mantovani

    Dear,

    Você generalizou, com essas perguntas, a única forma de conduzir alunos a prosperidade seria deixando uma linha ideológica de lado e apresentando fatos. acrescento, convidando-os para fora da Matriz (Estado), e não levando suas conclusões já pre-programadas e conduzidas por um ideal partidário/ideológico. Pois, quando tu tens liberdade de negociar e excluindo qualquer sindicato da sua folha de pagamento é um bom início, pois, a única coisa que preocupa a todos é: como sera reajustado o salário mínimo? o resto é apenas liberdade de negociação entre uma pessoa civil e jurídica!

    Att.

    reply Reply this comment
  2. Diniz Correa da Costa Neto
    junho 25, 13:58 Diniz Correa da Costa Neto

    Bom dia Senhor Cristiano,

    Estou utilizando suas perguntas em sala de aula sobre o vídeo da família Dinossauro, reletindo as relações entre padrões e empregados. Excelente material, gostaria que vc enviasse as resposta pra mim.

    Obrigado,
    Diniz Correa da Costa Neto

    reply Reply this comment
  3. Pedro Sergio
    setembro 22, 00:52 Pedro Sergio

    Queria a Resposta da 6
    As condições de patrões e empregados em momento de acordos trabalhistas são as mesmas? Por quê?
    Por favor !!!!

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: