Tag "Eixo- Capitais simbólicos"
image_pdfimage_print

Capital simbólico e classes sociais, artigo de Pierre Bourdieu (Trad. em português)

chat_bubble_outline 1

  Em 2013 a revista do CEBRAP, Novos Estudos (Novos estudos – CEBRAP [online]. 2013, n.96, pp.105-115.) publicou um artigo de Pierre Bourdieu. O artigo

Viver melhor não é necessariamente ter Capital Econômico, mas ter Capital Social é necessariamente viver melhor*

chat_bubble_outline 0

Por Cristiano Bodart É comum as pessoas traçarem planos para acumular Capital Econômico sem, contudo, se preocuparem em acumular o que chamamos, na Sociologia, de

O risco da desinformação e deformação da sociedade

chat_bubble_outline 3

O risco da desinformação e deformação da sociedade* Por Cristiano das Neves Bodart Não seria melhor ficar off-line e voltar para os livros ou para

A (des)construção de um país conhecido como “país do futebol”

chat_bubble_outline 1

A (des)construção de um país conhecido como “país do futebol” Por Cristiano das Neves Bodart Pedro Cardoso, autor consagrado da televisão brasileira, sobretudo por meio

As Ciências Sociais no império da opinião (Ciência pra quê?)

chat_bubble_outline 1

Por Joyce Miranda Leão Martins “O diabo pode usar as escrituras quando isso lhe convém” (Shakespeare, O Mercador de Veneza). O processo de revolução dos

Fetichismo da Mercadoria

chat_bubble_outline 6

Por Cristiano das Neves Bodart O conceito de “fetichismo da mercadoria” foi cunhado por Karl Marx (1818- 1883) na obra-prima intitulada O Capital (1867), estando

Ditadura da Beleza

chat_bubble_outline 2

Por Gláucia Iara* É constante em nossa sociedade a preocupação que as pessoas têm com o corpo e a beleza. Até então, nada demais, pois

A sociedade do espetáculo e a coisificação do homem

chat_bubble_outline 0

Por Cristiano Bodart Eu poderia eu gritar pelas ruas: Me tornei uma coisa! Me tornei descartável! Sou agora um objeto de consumo imediato! O homem

O poder em Foucault: breves apontamentos

chat_bubble_outline 2

Por Bianca Wild*   O poder não é um objeto natural, é uma prática social; é assim o poder para Foucault. Foucault afirmou que o

Estudos culturais & hermenêutica: labirintos, linguagem e a crítica da percepção na atualidade

chat_bubble_outline 0

Por Camillo César Alvarenga* Clifford Geertz em sua Antropologia prescreve um fazer etnográfico enquanto uma ciência interpretativa num regime de análise dos símbolos em clima

Bagunça sincronizada

chat_bubble_outline 1

Por Karla Cristina da Silva*    Das paredes econômicas e da pouca proteção acústica, dá para escutar a respiração cansada da cidade. Algo comemora um nascimento, um noivado,

O Sociólogo e a Crítica: Arte e Sociologia na Encruzilhada

chat_bubble_outline 0

Por Camillo César Alvarenga* São bem diferentes, como se deve imaginar, as preocupações de um sociólogo e de um crítico de arte. Se este está

Os Tipos de Dominação segundo Max Weber

chat_bubble_outline 3

Por: Bianca Wild* No cerne de relações sociais, moldadas pelas lutas, Max Weber percebe de fato a dominação, dominação esta, assentada em uma verdadeira constelação

Notas sobre um texto fundamental: A Bahia crítica de Osmundo Pinho

chat_bubble_outline 1

Por Camillo César Alvarenga* “Ideia de Bahia, na interpretação que proponho, é um objeto cultural multifacetado, que “existe” apenas nas formas de seu uso, sedimentado e

A presença da imagem do Padre Cícero no comércio em Juazeiro do Norte

chat_bubble_outline 5

Por Michael Marques* Todo fato simbólico necessita de uma essência, como se constituiu o símbolo e de que forma é posto em nossa sociedade, tendo

Galvão Bueno, a seleção brasileira e a teoria de Pierre Bourdieu

chat_bubble_outline 15

Por Radamés Mesquita Rogério* Assistindo ao último jogo da seleção brasileira de futebol pela rede globo, pude vivenciar um sentimento aparentemente muito comum entre os telespectadores

Capital Social

chat_bubble_outline 0

Por Cristiano Bodart Embora o conceito “Capital Social” não seja novo, tomou notoriedade apenas a partir da obra de Robert Putnam, publicado em 1993: Making

A Economia das trocas simbólicas

chat_bubble_outline 0

Sinopse do texto: BOURDIEU, Pierre _ . Sergio Micelli (org.), 5 ed., Ed. Perspectiva, São Paulo, 2004. O autor define o objeto de arte pela

menu
menu