Reflexões no dia dos professor : eleições e valorização

 Por Roniel Sampaio Silva
Hoje dia no nosso dia, quero para além das parabenizações, lançar um
alerta neste dia, quero alertar sobre as fraudes perpetradas pelo
candidato Aécio Neves do PSDB em seu programa eleitoral. Tal manipulação
é um desrespeito aos eleitores e principalmente para nós que somos
professores.

Aécio disse pagar valor acima do do piso salarial de professores e faz uma manobra contábel para multiplicar o valor do salário. Ele NÃO CONTABILIZA A CARGA HORÁRIA EXTRA CLASSE, embutida no valor do salário.

Como?

“Dentro da jornada de trabalho semanal do professor, há uma divisão
entre o tempo de sala de aula e o tempo de estudo. O tempo de sala de
aula, chamado de módulo 01, é organizado de modo que cada hora seja
correspondente a 50 minutos. Esta regra está na legislação estadual.

Lei 7.109/77 (Estatuto do Magistério)

Art. 99. Ressalvadas as variações que na prática se impuserem , o
regime básico de 24 (vinte e quatro) horas semanais incluirá os módulos
detrabalho a que se refere o artigo 13, na seguinte proporção:
I –
Para o professor regente das quatro primeiras séries do 1º grau, o
módulo1 constará de 16 horas de trabalho na turma, ficando as horas
restantes para cumprimento das obrigações do módulo 2, incluído o
recreio.”

Dessa forma, Aécio não leva em conta as horas de
trabalhadas de fato pelo professor mineiro e usa uma manobra matemática
para duplicar um salário que é na verdade não 24 horas, mas sim 40 horas
uma vez que:

24 horas são de interação com os educandos
16 horas de planejamento, preparação estudos
40 horas de trabalho efetivo.

Portanto o salário divulgado não é o de um professor 24 horas e sim de
um professor 40 horas. Pra justificar suas mazelas Aécio usa referências
diferentes de cargas horárias para distorcer o valor pago aos
professores, fraudando dados para que estes pareçam maiores e
desprezando o trabalho que o professor tem fora de sala de aula.

Dessa forma, não condiz criar uma proporcionaldiade de salário sem
levar toda carga horária trabalhada. Assim, os docentes mineiros não
ganham proporcionalment emais que o piso. Na verdade o que ele esconde
pe que a carga horária desses professores na verdade é 40 horas. É essa a
pessoa a qual você quer como o representante da valorizaçao dos
professores neste dia? Uma pessoa sem escrúpulos que manipulam dados
para confundir a população? Uma pessoa que despreza o trabalho fora da
sala de aula?

Vale lembrar que a obrigatoriedade de 1/3 da
carga horária reservada para plajemento preparação e estudos foi
instituído pela Lei Federal 11.738, criada no governo Lula
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11738.htm

Parabéns pelo nosso dia, nosso papel como professor é denunciar, ensinar e proporcionar reflexões, infeizmente temos poucos motivos pra comemorar.

Fonte:
http://www.sindutemg.org.br/novosite/files/Hora-atividade-cartilha2013.pdf

Observação:
Misteriosamente o site da transparência do Estado de Minas não está realizando consulta sobre remuneração de servidores..
http://www.transparencia.mg.gov.br/estado/pessoal

ronielsampaio@gmail.com

Graduado em Ciências Sociais pela UFPI, mestre em Educação pela UNIR e docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: