Meritocracia em quadrinhos

Está em voga um discurso da meritocracia. Tal ideia está baseada na defesa da tese de o mérito depende apenas do esforço individual. Neste sentido, não deve haver nenhuma política de assistência ou de discriminação afirmativa porque estas estariam “acomodando” os sujeitos. 

É comum utilizarem a falácia da inversão do acidente para justificar que é comum uma pessoa com oportunidades sociais reduzidas conseguir ocupar o mesmo espaço social das demais. Assim, nega-se o contexto social e legitima os privilégios de grupos minoritários. 
Esses debate sobre meritocracia é comum nas redes sociais e tem gerado toneladas de textos e argumentos. Para enriquecer o debate, o ilustrador australiano Toby Morris criou um quadrinho bastante didático chamado “On a Plate” (“De bandeja”, em tradução livre) o qual foi traduzido pelo pessoal do catavento*.

Segue-o abaixo:

Publicação original de The Wireless. Tradução por catavento*.

[email protected]

Graduado em Ciências Sociais pela UFPI, mestre em Educação pela UNIR e docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí.

View more articles Subscribe
Leave a response comment21 Responses
  1. blogsociológo
    junho 02, 16:56 blogsociológo

    A grande fábula do capitalismo. Todos podem sonhar e acreditar que poderão realizar seus sonhos, mas , na verdade, somente os predestinados, e algumas poucas exceções , é que mantém a fábula funcionado.

    reply Reply this comment
  2. Direito UNIC
    agosto 11, 22:22 Direito UNIC

    Que cosia ridícula, por isso esse pais está uma merda…

    reply Reply this comment
  3. Mateus
    agosto 12, 00:33 Mateus

    E o que os privilegiados devem fazer sabendo de sua condição?

    reply Reply this comment
  4. Antonio Neto
    agosto 12, 22:16 Antonio Neto

    Falácia do espantalho, distorceu a posição contrária para criticá-la da forma que quer. Qualquer pessoa que saiba o mínimo sobre meritocracia jamais teria uma opinião como você disse acima. Lamentável isso vindo de alguém com nível de pós-graduação.

    reply Reply this comment
    • Guilherme Pontes
      fevereiro 03, 00:54 Guilherme Pontes

      Então explique para nós esse "mínimo sobre meritocracia". Te desafio a conseguir contestar isso que está na historinha.

      reply Reply this comment
    • Guilherme Pontes
      fevereiro 03, 00:55 Guilherme Pontes

      Então explique para nós esse "mínimo sobre meritocracia". Te desafio a conseguir contestar isso que está na historinha.

      reply Reply this comment
    • Rafael
      fevereiro 11, 19:48 Rafael

      A maior falácia do mundo chama-se meritocracia. Falácia que impede que os pobres deixem de ser pobres. Cotas raciais e sociais já ! Aumento de impostos para os ricos já !

      reply Reply this comment
  5. Cristiano Bodart Bodart
    agosto 13, 03:49 Cristiano Bodart Bodart

    Antonio Neto, desenvolva seus argumentos favoráveis a meritocracia e colabore para que a discussão seja aprofundada. Para isso serve esse espaço. Seja sempre bem vindo.

    reply Reply this comment
  6. Marcio Silveira
    agosto 16, 19:38 Marcio Silveira

    Ridículo, assim como o Socialismo, parem de se vitimizar e vão estudar bando de desocupados, ficam de mimimi por aí e ao invés de pegar um livro ficam assistindo a rede globo e depois reclamam que não conseguem as coisas por que são coitadinhos que nasceram pobres, vítimas da sociedade.

    reply Reply this comment
    • Mateus
      agosto 17, 18:49 Mateus

      Mas mesmo que os "desocupados" peguem um livro ou invés de assistir à rede Globo nunca terão as mesmas chances de quem teve o livro na mão desde pequeno.
      É muito fácil reclamar dessas pessoas e continuar com indiferença, difícil é aceitar o lado delas.

      reply Reply this comment
  7. Henrique Danillo Santos
    agosto 17, 04:00 Henrique Danillo Santos

    Acredito que existam verdades em ambos os lados. No entanto, estão muito concentrados tentando defendê-las. De um lado, os que não se importam com a enorme diferença entre as classes, pois estão confortavelmente satisfeitos. Do outro, os que não se conformam com a "injustiça" de não terem as mesmas condições, e infelizmente isso os amedronta e os fazem perder o foco!

    reply Reply this comment
  8. Jama Libya
    agosto 22, 13:47 Jama Libya

    A maior desgraça do povo brasileiro e latino é o cristianismo que a colonização portuguesa e espanhola deixou, roubaram mataram e escravizaram os índios e os negros. Estrupando estes e criando uma miscigenação complexa e alienada massa de manobra das elites coloniais a as capitalistas com no Brasil uma nação católica e evangélica que acreditam em Jesus Cristo que nunca serviu para nada e nem os salvo os do genocídio e da escravidão e hoje são massas de marionetes sacaneados por diversos espertalhões (?) que vivem a custa dos povos cristianizados e boçais.

    reply Reply this comment
    • sidi
      agosto 22, 19:58 sidi

      Muitas ideias de igualdade e respeito tem origem no cristianismo. Mesmo quem não acredita deveria observar a originalidade delas no seu contexto. Quanto à questão, realmente concordo com o Henrique. Tendemos a ser "cabeças fechadas", defensores de uma sociedade binária, como se só fossem possíveis um ou outro extremos.
      Gostei da tirinha, para um meritocrático ela promove uma reflexão muito interessante. Agora, ela é bem parcial. Mas como disse, a reflexão é interessante.

      reply Reply this comment
  9. Unknown
    setembro 23, 13:51 Unknown

    A velha mania que o socialismo tem de dizer que os ricos são o mal da sociedade.

    reply Reply this comment
    • Rafael
      fevereiro 11, 19:50 Rafael

      Não os ricos, mas a ganância e a vontade de pisar nos outros que os ricos têm. Tem que haver taxação das riquezas para promovermos justiça social.

      reply Reply this comment
  10. Diego Will
    setembro 29, 15:21 Diego Will

    Isso relatado não foi meritocracia, e sim privilégiocracia! Querem enganar a quem?!!
    Q bosta. Só colocar fatos da história mesmo onde o comunismo e o socialismo não deram certo em lugar nenhum do mundo, ao contrário, quebrou países inteiros. Onde todas as ditaduras de direita do mundo somadas mais as cruzadas não mataram a mesma quantidade de apenas um regime socialista (q é a ante-sala do comunismo) por exemplo de Josef Stalin.
    Lá sim o Mérito não existe em nada, pois o governo expropria e rouba para o bem do partido.

    reply Reply this comment
    • Janaina Cabral
      janeiro 21, 15:45 Janaina Cabral

      Diogo, quão semelhante foi esse seu último comentário com o atual governo de direita brasileiro? O capitalismo mata, exclui e escraviza indiretamente todos os dias e continuamos nessa inércia por pensarmos como você.

      reply Reply this comment
  11. Luiz
    fevereiro 03, 06:50 Luiz

    Resumindo: os menos favorecidos têm que remar contra a maré a vida inteira, por outro lado quem tem recursos é como se seguisse a ordem natural das coisas, com seus privilégios e facilidades em comparação a quem pouco ou nada têm. E há também as oportunidades, enquanto quem está na base da pirâmide social pode ter apenas uma chance (se tiver), o abastado tem inúmeras, e o direito de errar em suas escolhas até que por fim acerte. Isso não é vitimismo, é a realidade nua e crua.

    reply Reply this comment
  12. Rafael
    fevereiro 11, 19:46 Rafael

    A culpa é das elites que não tem um mínimo de consciência social e odeiam pobres.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: