Combate à violência

 O leitor Sociólogo Jorge Willian em um de seus comentário neste blog nos fez lembrar do professor/sociólogo Michel Misse. Recorri a net para separar alguma coisa para eu ler posteriormente e me deparei com esse texto polêmico e interessante do referido professor.

Michel Misse, sociológo, professor do Departamento de Sociologia da UFRJ e coordenador do Núcleo de Estudos da Cidadania, Conflito e Violência Urbana da UFRJ – Rio de Janeiro).

“O antiintelectualismo que aparece, com certa frequência, nas cartas de leitores [dos grandes jornais] e em outras manifestações, contém, a meu ver, certo ressentimento e dois erros sérios, fundados na nossa tradição individualista-hierárquica.

O primeiro, decorrente de uma profunda ignorância a respeito de direitos civis, que se completa com uma situação inusitada, aquela em que a pessoa acha que a violência policial só chegará aos “outros” (bandidos, traficantes, assassinos), jamais a si mesma; daí a noção absolutamente equivocada de “direitos humanos dos bandidos”.

O erro está em acreditar que os direitos que se erguem para defender suspeitos de crimes e criminosos da arbitrariedade praticada por agentes do Estado não são universais, isto é, não servirão para defender também o inocente da presunção de ser criminoso, inclusive a própria pessoa, que deve se achar completamente isenta desse risco.

O segundo erro é o de acreditar que a violência – ilegítima e ilegal – é necessária para conter os bandidos; nesse caso, a pessoa se esquece que o que define os bandidos é exatamente a prática de violências ilegítimas e ilegais e que de boas intenções, como essas, o inferno está cheio.

Só a lei e o seu cumprimento pelos agentes do Estado pode separar alhos de bugalhos e controlar a criminalidade em limites razoáveis. Sem isso, estaremos no pior dos mundos – como muitos acham que efetivamente estamos.”

Deixe nos comentários sua opinião referente a essa questão abordada por Misse.

Conheça também um projeto desenvolvido em uma cidade de Minas Gerais que busca ressocializar os detentos. Aqui.

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
Leave a response comment2 Responses
  1. Anônimo
    setembro 12, 00:19 Anônimo

    Qual a fonte, o link para a fonte original desse belo texto?

    reply Reply this comment
  2. Cristiano Bodart Bodart
    setembro 12, 13:16 Cristiano Bodart Bodart

    Trata-se de um texto reproduzido em vários blogs. Não sei qual é o blog original.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: