RELIGIÃO, ESPAÇO PÚBLICO, SOCIABILIDADE E DESEMPENHO EDUCACIONAL: apontamentos teóricos para a compreensão de um estudo de caso

Como já postado anteriormente, será realizado nos dias 31 de maio a 03 de junho de 2011 na Universidade Federal de Juiz de Fora – MG  o XII Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões, organizado pelo programa de pós-graduação em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Terei o privilégio de apresentar um trabalho de pesquisa, fruto de estudos desenvolvidos no curso de especialização que fiz entre 2009 e 2010. O artigo foi elaborado em parceria com minha esposa, Cassiane Ramos Marchiori.

Segue abaixo o resumo:

RELIGIÃO, ESPAÇO PÚBLICO, SOCIABILIDADE E DESEMPENHO EDUCACIONAL: apontamentos teóricos para a compreensão de um estudo de caso

Cristiano das Neves Bodart – UCAM
Cassiane da C. Ramos Marchiori – UFES
RESUMO
O presente artigo objetiva identificar apontamentos teóricos que contribua na compreensão dos resultados empíricos encontrados em um estudo de caso , o qual teve como objeto escolas de Piúma e Anchieta/ES e seus alunos do 2º ciclo do E. Fundamental e do E. Médio. Procuramos averiguar se a tese de Peter Beyer, de que a religião influencia no espaço público por meio de seus fiéis, se confirma, especialmente no caso de sua influência no comportamento e no rendimento escolar dos fiéis. Foram feitas 194 entrevistas a alunos e 10 entrevistas não-estruturadas a professores e pedagogas que atuavam juntamente a esses alunos. As pedagogas afirmaram que os religiosos apresentam “melhor” comportamento social na escola. Porém, maior parte dos professores e pedagogos afirmou que as igrejas evangélicas pentecostais desestimulam os fiéis ao estudo, o que não foi confirmado na pesquisa. Constatamos que religiosos tendem apresentar melhor rendimento escolar, principalmente evangélicos tradicionais, seguido dos evangélicos pentecostais. Notamos que alunos que frequentam os cultos/missas de forma moderada (uma vez por mês) apresentaram melhores resultados educacionais, quando comparado com àqueles que têm alta ou baixa frequência aos cultos/missas. Porém, alunos que possuem atividades em suas igrejas têm melhores rendimentos e comportamento na escola. Assim, apresentamos uma reflexão da influência da religião sobre o espaço escolar e uma leitura dos resultados do estudo de caso a partir das colaborações teóricas de Weber, Ódea, Wach, Pace, Hervieu-Lèger, Beyer, Giumbelli e Camurça.
PALAVRAS-CHAVE: Religiosidade; Rendimento escolar; Socialização; Influência religiosa; Apontamentos teóricos.
Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: