Karl Marx e Friedrich Engels

A editora Boitempo realizou um curso imperdível, sujo foco foram Marx e Engels. Foram explorados diversos temas abordados por esses dois grandes pensadores tão importantes para a Sociologia, Filosofia e a Economia.

São 8 aulas disponíveis gratuitamente, as quais temos o prazer de compartilhar no blog Café com Sociologia.

 

 

Aula 1:

 

 

Nesta aula de abertura do IV Curso Livre Marx-Engels, ministrada pelo jurista e filósofo do direito Alysson Leandro Mascaro, revelam-se elementos para teorizar na perspectiva marxista o poder, a política, o Estado, as relações de classe e o direito. As leituras desta aula são voltadas principalmente às seguintes obras:

 

◫ “Crítica da filosofia do direito de Hegel”, de Karl Marx (1844-45)

 

◫ “O 18 de brumário de Luís Bonaparte, de Karl Marx (1852)

 

◫ “O socialismo jurídico”, de Friedrich Engels e Karl Kautsky

 

 

 

Aula 2:

Esta segunda aula do IV Curso Livre Marx-Engels, ministrada por Antonio Rago, procura mostrar o avanço em relação ao Marx de 1844: a tese do “papel histórico universal” do proletariado (que aparece com a primeira crítica à cultura alemã pós-hegeliana, A sagrada família) e a elaboração do conceito crítico-negativo de ideologia, que surge na continuidade da citada crítica, precisamente em A ideologia alemã (1846), com a crítica feita a Feuerbach e a colocação da questão do método “que ascende da terra ao céu”.
◫ “A sagrada família”, de Karl Marx e Friedrich Engels (1845)
◫ “A ideologia alemã”, de Karl Marx e Friedrich Engels (1845-46)
Aula 3: 

O Manifesto do Partido Comunista, ou simplesmente Manifesto Comunista (1848), demonstra a madurez de Marx e Engels, com 30 e 28 anos respectivamente. Nesta aula, ministrada por José Paulo Netto, curador desta quarta edição do Curso Livre Marx-Engels, faz um tratamento cuidadoso desse texto fundamental, com ênfase em sua atualidade.
◫ “Manifesto Comunista” (1848), de Karl Marx e Friedrich Engels.
Aula 4:

Nesta aula, Osvaldo Coggiola (que implica um salto cronológico em relação ao andamento da primeira à terceira), mostra-se como os princípios elementares do “Manifesto Comunista” mais a maturação metodológica propiciada pela militância de Marx e Engels convertem-se em suportes de preciosas “análises concretas de situações concretas” (Lenin caracterizava assim o marxismo). Aula dedicada a Marx e Engels como “analistas de conjuntura”, baseada principalmente nas seguintes obras:
◫ “Lutas de classes na Alemanha”, de Karl Marx e Friedrich Engels (1848)
◫ “Lutas de classes na França”, de Karl Marx (1850)
◫ “A guerra civil na França”, de Karl Marx (1871)
Aula 5:

O eixo desta aula, ministrada pelo sociólogo do trabalho Ricardo Antunes, é a passagem de Marx à posição revolucionária, com o aparecimento formal do proletariado e sua emersão efetiva (com o peso do trabalho na constituição do ser social, um ser da práxis) nos Manuscritos econômico-filosóficos (1844). É fundamental a importância de Engels nesse período da evolução de Marx, em seu ensaio nos Anais Franco-Alemães (1844) e A situação da classe trabalhadora na Inglaterra (1845):
◫ “Crítica da filosofia do direito de Hegel”, de Karl Marx (1844-45)
◫ “Manuscritos econômico-filosóficos”, de Karl Marx (1844)
◫ “A situação da classe trabalhadora na Inglaterra”, de Friedrich Engels (1845)
Aula 6:

Nesta aula a questão central é Marx e a crítica da economia política, recorrendo especialmente aos “Grundrisse” (1857). Mario Duayer procura expor como determinada leitura desses textos deu origem a uma vertente alternativa de teoria crítica, voltada para a dimensão dominadora da ontologia do trabalho.
◫ “Grundrisse”, de Karl Marx (1857/58)
◫ “Tempo, trabalho e dominação social”, de Moishe Postone (Boitempo, 2014)
Aula 7:

Nesta aula a questão central aborda por Jorge Grespan é novamente Marx e a crítica da economia política, recorrendo desta vez principalmente a “O capital”, de Marx. Compreender a arquitetônica obra de Marx nos seus três níveis, produção, circulação e consumo, bem como as relações internas dos conceitos em cada um, é o objetivo da aula em questão.
◫ “O capital”, de Karl Marx (1867)
Aula 8: 

Nesta última aula do IV Curso Livre Marx-Engels, ministrada por Ruy Braga, a ênfase é em como Marx concebe o papel do programa do partido na luta democrática e sua concepção da transição socialista; o texto básico é a “Crítica do programa de Gotha” (1875) e, subsidiariamente, “O socialismo jurídico” (1887).

◫ “Crítica do programa de Gotha”, de Karl Marx (1875)
◫ “Grundrisse”, de Karl Marx (1857/58)
◫ “O capital”, de Karl Marx (1867)O Curso completo em formato de texto pode ser acessado em:
http://marxcriacaodestruidora.files.wordpress.com/2013/05/apostila-iv-curso-livre-marx-engels-boitempo-editorial-e-sesc-pinheiros.pdf 

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: