Ícone do site Blog Café com Sociologia

Coeficiente Gini: o que é

coeficiente gini

O coeficiente de Gini é uma indicador de desigualdade econômica utilizada para medir a distribuição de renda ou riqueza, bens, serviços etc em uma sociedade. Ele varia entre 0 e 1, onde 0 significa que a renda ou a riqueza está perfeitamente distribuída entre todos os indivíduos de uma sociedade, e 1 significa que a renda ou a riqueza está concentrada em apenas uma pessoa ou grupo de pessoas.

Por Roniel Sampaio-Silva[1]

O cálculo do coeficiente de Gini é baseado na comparação entre a curva de Lorenz e a linha de igualdade. A curva de Lorenz é um gráfico que mostra a porcentagem da renda ou da riqueza total detida por diferentes percentis da população, enquanto a linha de igualdade é uma linha reta que representa a distribuição perfeitamente igual de renda ou riqueza. Para calcular o coeficiente de Gini, é necessário primeiro ordenar a população de acordo com sua renda ou riqueza, de modo que a renda ou riqueza mais baixa esteja à esquerda e a mais alta à direita. Em seguida, calcular o percentual da renda ou riqueza total detido por cada percentil da população, traçando a curva de Lorenz. Em seguida, calcular a área entre a curva de Lorenz e a linha de igualdade e dividi-la pela área total abaixo da linha de igualdade. O resultado é o coeficiente de Gini.

Quanto maior for a “barriguinha” na imagem, maior será a desigualdade.  

Exemplos

Um exemplo de como calcular o coeficiente de Gini é o seguinte: Imagine uma sociedade com 10 indivíduos e uma renda total de $100. Se a renda fosse distribuída igualmente entre os 10 indivíduos, cada um teria $10. A curva de Lorenz nessa situação seria uma linha reta, com a renda do primeiro percentil sendo $10, a renda do segundo percentil sendo $20, e assim por diante. A área entre a curva de Lorenz e a linha de igualdade seria 0, pois as duas curvas seriam coincidentes, e o coeficiente de Gini seria 0.

Agora, imagine que a renda na sociedade é distribuída de maneira desigual, com o primeiro indivíduo detendo $60 da renda total e os outros nove indivíduos dividindo os outros $40. A curva de Lorenz nessa situação seria uma curva acentuada, com a renda do primeiro percentil sendo $60 e a renda do segundo percentil sendo $20. A área entre a curva de Lorenz e a linha de igualdade seria significativamente maior do que 0, e o coeficiente de Gini seria próximo a 1, indicando uma alta desigualdade de renda na sociedade.

É importante notar que o coeficiente de Gini pode ser utilizado para medir a desigualdade não apenas de renda, mas também de riqueza, bens ou qualquer outra forma de distribuição;  usando assim os mesmos princípios de cálculo. Além disso, o coeficiente de Gini é amplamente utilizado em estatísticas econômicas e sociais em todo o mundo, e é um indicador comumente utilizado para medir a desigualdade econômica em diferentes países e regiões.

Por exemplo, o coeficiente de Gini nos Estados Unidos foi de 0,48 em 2018, indicando uma desigualdade moderada de renda. Já o coeficiente de Gini no Brasil foi de 0,52 em 2018, indicando uma desigualdade maior de renda. Isso mostra que, embora a desigualdade de renda possa ser um problema global, as diferenças regionais e nacionais podem ser significativas.

Em suma, o coeficiente de Gini é uma medida de desigualdade econômica que permite avaliar a distribuição de renda ou riqueza em uma sociedade. Ele é calculado comparando a curva de Lorenz com a linha de igualdade, e varia entre 0 e 1, sendo 0 indicando distribuição perfeitamente igual e 1 indicando concentração total de renda ou riqueza em apenas uma pessoa ou grupo. Ele é amplamente utilizado em estatísticas econômicas e sociais para medir a desigualdade econômica em diferentes países e regiões.

Como citar este texto:

SAMPAIO SILVA, Roniel. O que é trabalho para a Sociologia. Blog Café com Sociologia, jan. 2023.

Nota:

[1] Mestre em Educação (Unir). Docente do Instituto Federal do Piauí). Lattes:AQUI

Sair da versão mobile