Ícone do site Blog Café com Sociologia

Dica de música: Vida de operário – Pato Fu

Fim de expediente cinco e meia
Cartão de ponto, operários
Saem da fábrica cansados da exploração
Oito horas e de pé
Braços na máquina operando a situação
Crescimento da produção
E o lucro é do patrão
Semana é do patrão
Ganância é do patrão
Clique aqui para acessar a letra completa

 

(baixe a música aqui)

A música da Banda Pato Fú traz algumas reflexões sobre o cotidiano de muitos trabalhadores brasileiros e demais trabalhadores inseridos no sistema capitalista.

No primeiro momento da canção, o cartão rde ponto representa controle do tempo para garantir que o tempo destinado ao trabalho esteja dentro das metas de produção para exploração da força de trabalho. Além disso, há um relato da rotina desgastante de muitos operários os quais não têm acesso a bons serviços públicos e tampouco condições de trabalho. Por isso, a música critica o duplo destratamento do trabalhador tanto em relação ao patrão como em relação ao Estado.

Na segunda parte da música opera sobre o conceito da mais-valia que na concepção marxista perpetra as desigualdades sociais nas classes sociais, favorecendo sempre uma classe dominante em detrimento de uma classe dominada justamente pelo fato do excedente produzido pelo tabalho ir concentrando-se nos “bolsos do patrão”.

Sair da versão mobile