Ter bom sono para aprender e viver melhor

Ter bom sono para aprender e viver melhor

Benefícios do sono para o organismo

Cada organismo tem um funcionamento, o que inclui, também a quantidade de horas necessárias para garantir uma qualidade de vida e um dia a dia mais produtivo.

Uma boa noite de sono contribui para mais energia, diminui o estresse, enfim, melhora o bem-estar de uma maneira geral. Em contrapartida, uma noite mal dormida prejudica o corpo, a memória e até o humor, causando sintomas com irritação, fadiga, entre outros.

Dificuldades para dormir podem ter fundamento como, por exemplo, no excesso de trabalho, insônia, estresse, acúmulo de tarefas e distúrbios do sono. Tudo isso pode causar uma bagunça no organismo e afetar funções que, às vezes, nem imaginamos, ocasionado em problemas graves de saúde. Aliás, menos sono é mais transtorno.

Além de procurar um especialista, caso você esteja com dificuldades para dormir, outra alternativa para restaurar as energias é com o bom e velho cochilo, após o almoço, que só traz bem-estar.

 

Vantagens de uma boa noite de sono

dormir bem

O sono exerce o papel de revigorar o organismo; mas apesar disso, ele também desempenha outras funções importantes para a saúde e o equilíbrio do corpo.

O recomendado é dormir, em média, de seis a oito horas, por dia. Entretanto repousar menos que isso ou acordar várias vezes durante à noite, devido à distúrbios do sono como insônia e apneia, por exemplo, pode prejudicar a qualidade de vida.

Por isso, conheça 7 benefícios de uma noite bem dormida:

  • Ajuda no fortalecimento da memória;
  • Prevenção da obesidade;
  • Contribui para o combate à hipertensão;
  • Aliado contra a depressão;
  • Ajuda no desempenho físico;
  • Controla o diabetes;
  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares.

 

O que um cochilo pode fazer por você?

Apesar da correria do dia a dia é importante ter momentos de relaxamento, para que a vida esteja em equilíbrio e, desta forma, seja mais leve e saudável.

Os benefícios do cochilo ou da famosa siesta, tradicionalmente conhecida e adotada em países como Espanha e México, já foram atestados em diversos estudos. E isso inclui vantagens mesmo em períodos mais curtos, ou seja, é melhor do que nada.

No entanto, esse momento de relaxamento deve estar aliado a uma   alimentação balanceada, para ajudar o corpo a se recuperar, recarregar as energias e ter disposição; além de ajudar na criatividade, produtividade e no reforço do sistema imunológico.

Segundo pesquisas, um cochilo de 10 a 40 minutos, após às refeições, colabora e muito para o cérebro, ou seja, melhora a capacidade de concentração, por exemplo.

Uma pesquisa feita pelo Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça, e publicada na revista Heart, confirma os efeitos positivos do cochilo para o corpo.

De acordo com o estudo, realizado durante cinco anos com 3400 voluntários, com idade entre 35 e 75 anos, ficou evidenciado que tirar uma pestana, uma ou duas vezes por semana, diminui em até 48% o risco de problemas cardiovasculares, como infarto e  Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Portanto, com base científica, os cochilos acabam se tornando uma forma de compensação fisiológica para aquelas pessoas que dormem pouco ou mal à noite. Além disso, o sono está diretamente relacionado com a aprendizagem, dormir bem significa aprender melhor.

 

Roniel Sampaio Silva

Mestre em Educação e Graduado em Ciências Sociais. Professor do Programa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – Campus Floriano. Dedica-se a pesquisas sobre condições de trabalho docente e desenvolve projetos relacionados ao desenvolvimento de tecnologias.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: