Entenda o que é solidariedade mecânica e orgânica

Entenda o que é solidariedade mecânica e orgânica

Solidariedade mecânica e orgânica

Cristiano Bodart, doutor em Sociologia (USP) Professor do Programa de de Pós-Graduação em Sociologia (Ufal)

Um dos conceitos fundamentais da teoria de Émile Durkheim é “Solidariedade”, a qual para o sociólogo alemão são de dois tipos: 1) Solidariedade mecânica e; ii) Solidariedade orgânica.  Nesse vídeo o professor Dr. Cristiano Bodart nos apresenta, de forma breve, esse conceito, sua origem e função na pesquisa sociológica organicista durkheimiana. A proposta do vídeo não é apresentar uma análise aprofundada do conceito, mas possibilitar uma compreensão mínima capaz de proporcionar uma compreensão do intento de Durkheim na busca pela compreensão da explicação do estado de coesão social (veja AQUI o que é coesão social). Outro ponto destacado está no papel da interpretação histórica dos tipos de sociedade e o tel das tradições em cada uma delas para essa coesão e, consequentemente, para evitar a anomia (veja AQUI o que é anomia).

 

 

Gostou? Siga nosso canal, curta nossos vídeos e os compartilhe com amigos.

Assista também: “O que é Coesão Social” AQUI  e “Anomia” AQUI

Nosso canal pode ser acessado AQUI

 

Um dos conceitos fundamentais da teoria de Émile Durkheim é “Solidariedade”, a qual para o sociólogo alemão são de dois tipos: 1) Solidariedade mecânica e; ii) Solidariedade orgânica.  Nesse vídeo o professor Dr. Cristiano Bodart nos apresenta de forma breve esse conceito, sua origem e função na pesquisa sociológica organicista durkheimiana. A proposta do vídeo não é apresentar uma análise aprofundada do conceito, mas possibilitar uma compreensão mínima capaz de proporcionar uma compreensão do intento de Durkheim na busca pela compreensão da explicação do estado de coesão social (veja AQUI o que é coesão social). Outro ponto destacado está no papel da interpretação histórica dos tipos de sociedade e o tel das tradições em cada uma delas para essa coesão e, consequentemente, para evitar a anomia (veja AQUI o que é anomia).

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: