Música e Sociologia: Estado de Natureza

Música e Sociologia: Estado de Natureza

estado de Natureza

O estado de natureza

O Estado tem suas origens no início das formações dos grupos humanos. Há várias teorias que visam explicar suas origens. Há quem defensa a ideia de que o Estado surgiu pela necessidade de segurança dos grupos sociais, outros que o Estado surgiu devido as desigualdades entre os homens e o desejo de dominação. Contudo, as teorias apontam que antes da existência do Estado existia uma condição d denominam Estado de natureza”.
A transição do estado de natureza para o estado constituído socialmente social seria baseado no fato das pessoas cansarem tanto do conflito e da barbárie a ponto de abrir mão de certos direitos e garantias fundamentais. Tal situação teria criado um ser acima de todos que tem por objetivo impedir o conflito dos sujeitos e regular a vida social. Na situação do Estado de natureza há uma condição primitiva de “guerra de todos contra todos” onde há uma liberdade sem limites cujo custo é a eterna guerra.
Estado de Natureza é um termo designado pela filosofia política de um período anterior ao Estado.  A cantora Pitty tem uma música, O Lobo, que trata dessa visão. 
Com base nas leituras em sala sobre as teorias de surgimento do Estado, ouça a música e acompanhe a letra identificando os aspectos que se relacionam com o Estado de Natureza.
estado de Natureza
O Lobo
Pitty
Houve um tempo em que os homens
Em suas tribos eram iguais
Veio a fome e então a guerra
Pra alimentá-los como animais
Não houve tempo em que o homem
Por sobre a Terra viveu em paz
Desde sempre tudo é motivo
Pra jorrar sangue cada vez mais.O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!Sempre em busca do próprio gozo
E todo zelo ficou pra trás
Nunca cede e nem esquece
O que aprendeu com seus ancestrais
Não perdoa e nem releva
Nunca vê que já é demais. O homem é o lobo do homem!
O homem é o lobo do homem!

livro ciência política

Para adquirir, clique na imagem

Roniel Sampaio Silva

Mestre em Educação e Graduado em Ciências Sociais. Professor do Programa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – Campus Floriano. Dedica-se a pesquisas sobre condições de trabalho docente e desenvolve projetos relacionados ao desenvolvimento de tecnologias.

View more articles Subscribe
Leave a response comment2 Responses
  1. Maria Angélica Melo R.
    setembro 24, 23:50 Maria Angélica Melo R.

    A música deixa a mensagem que o homem tem algumas características de seus ancestrais, que não desiste dos seus sonhos e que sempre irá buscar a grande vitória custe o que custar. Eu acho que na parte de correr atrás dos seus sonhos está correto, mas já na parte do “custe o que custar” eu já não concordo muito, sim esta certo do homem batalhar pelo o que quer mas nem sempre usam o bem para chegar ate a vitória.

    reply Reply this comment
  2. Aurélio Galdino
    novembro 05, 15:42 Aurélio Galdino

    Nesse caso acrescento que deve-se explicar como o Estado de natureza Hobbesiano. É bom que o professor aponte que o Estado de natureza de Locke e ,Rousseau é descrito como um Estado pacífico, onde o homem é naturalmente bom.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Deixe uma resposta

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: