Site icon Blog Café com Sociologia

O Bicho: poema de Manuel Bandeira sobre a dignidade humana

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um HOMEM.

Manuel Bandeira
Sair da versão mobile