Plataformas educacionais: ferramentas para gerenciar turmas em aulas remotas

Plataformas educacionais: ferramentas para gerenciar turmas em aulas remotas

Plataformas educacionais: cinco opções

Por Roniel Sampaio Silva

 

Preparamos esse post com algumas das principais plataformas educacionais que podem ajudar professores a organizarem melhor as atividades didáticas de forma remota ou até, em alguns casos, auxiliar em aulas presenciais. Trouxemos detalhes gerais que podem te ajudar a definir qual a plataforma ideal para você trabalhar com seus alunos, a partir da sua realidade e necessidade.

  • Edmodo

Esta ferramenta está muito mais próxima de uma rede social do que de uma AVA (Ambiente virtual de aprendizagem). O Edmodo tem uma aparência limpa e que lembra uma das mais conhecidas redes sociais, o facebook.

Com ela é possível configurar turmas e salas de aula rapidamente e de forma intuitiva. Assim como o Google sala de aula, para acrescentar os alunos nas turmas basta compartilhar um link ou um código de acesso.

No Edmodo é possível enviar mensagens aos pais e também aos estudantes, além de ser possível criar pequenos sub-grupos dentro das turmas, a fim de direcionar para objetivos de trabalho em equipe seccionado.

Link da plataforma

  • ClassDojo

Este aplicativo faz da sala de aula uma comunidade online. Ele tem seu próprio sistema de troca de mensagens segura com pais e responsáveis. É um aplicativo voltado interação não apenas com estudantes, mas também com os pais que podem receber atualizações, informes vídeos e fotos, tudo a partir do celular.

Criada a turma com o aplicativo, o professor poderá a usar a ferramenta toolkit. Com ela é possível ter acesso a um gerenciador de grupos, medidores de ruídos, ou player de música. Você pode exibir perguntas dos estudantes ou adicionar orientações e atividades para os estudantes. Tudo isso gerenciado de forma centralizada pelo docente que gerancia atividades e planejamentos que podem ser individualizados.

Link da plataforma

  • Google Classroom (Google Sala de Aula)

O Google sala de aula é uma das ferramentas mais utilizadas ultimamente, possui uma aparência limpa e intuitiva, tem muitas semelhanças com o Edmodo, embora não tenha o aspecto de rede social. O Google Sala de aula tem como carro chefe os recursos do próprio Google, como Google formulários para criação de avaliações e questionários; Google docs para escrita colaborativa e em grupo; além de ser possível compartilhar documentos entre professores e estudantes por meio do Google drive.

É possível criar e gerenciar turmas por meio de links e códigos de acesso, assim como é possível criar avaliações, atividades e discussões na própria plataforma.

Link da plataforma

Mais detalhes de como usar essa plataforma aqui

  • Scoola

Scoola é uma plataforma educacional  brasileira direcionada para personalização de aprendizagem desde a educação infantil até o Ensino Fundamental. Por meio dela o docente pode criar e receber sugestões de atividades e tarefas direcionas às necessidades e particularidade de cada um dos seus estudantes. Nela é possível trabalhar individualmente ou coletivamente.

Link da plataforma

  • Seesaw: O Diário De Aprendizagem

Infelizmente esse aplicativo é em inglês, porém ele é um dos mais usados no mundo e possui recursos incríveis. Ele é uma ótima maneira de planejar atividade de qualquer área temática e é direcionado para qualquer idade.

No aplicativo é possível consultar atividades pré-configuradas ou até mesmo criar as próprias atividades. Assim, se for da sua preferência é possível compartilhar tais atividades com outras pessoas.

No gangorra (Seesaw) é possível também trocar mensagens com alunos e seus respectivos responsáveis. A plataforma disponibiliza um relatório das atividades e progressos conquistados pelos alunos.

Link da plataforma

Essas foram algumas das plataformas educacionais. A forma como o docente vai utilizar e as condições e realidade da turma vão definir o sucesso da plataforma.

Roniel Sampaio Silva

Mestre em Educação e Graduado em Ciências Sociais. Professor do Programa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – Campus Floriano. Dedica-se a pesquisas sobre condições de trabalho docente e desenvolve projetos relacionados ao desenvolvimento de tecnologias.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Deixe uma resposta

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: