O que é Revolução e Reforma

O que é Revolução e Reforma
 
O que é Revolução e Reforma 
Por Roniel Sampaio Silva

 

No nosso contexto político existem vários setores que têm opiniões divergentes sobre qual postura devemos tomar em torno dos nossos vários e emaranhados sistemas econômico, político e social. Tais posturas se resumem ao fato de que se deve conservar alguns elementos, reformar ou transformar outros. É no bojo dessa discussão que cabe diferenciar revolução e reforma.
Inicialmente, é necessário estabelecer o que é sistema. A principal característica de um sistema social segundo Lévi-Strauss (2014) é que este diz respeito ao conjunto de elementos os quais estão tão interrelacionados de maneira tal que a partir do momento que modifica um elemento, todo o sistema é também modificado.
Categoricamente, a diferença básica entre uma revolução ou reforma é que, ao contrário da reforma, a revolução altera a estrutura social vigente, enquanto a reforma modifica apenas os aspectos acessórios do sistema. (Silva & Silva, 2009). Um exemplo de revolução é a Francesa, justamente porque esta mudou a estrutura social de nobreza, clero e plebe para burguesia e proletariado, basicamente.
É possível fazer metáfora sobre o assunto para melhor entendimento. Reformar a casa significa modificar apenas os aspectos aparentes ou superficiais, tais como paredes e fachadas. Já uma revolução seria modificar os pilares, estruturas e alicerces. Pra isso, obviamente, é necessário construir um novo prédio.
Referências
LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia estrutural. Editora Cosac Naify, 2014.
SILVA, Maciel Henrique; SILVA, Kalina Vanderlei. Dicionário de conceitos históricos. Editora Contexto, 2010.
Roniel Sampaio Silva

Mestre em Educação e Graduado em Ciências Sociais. Professor do Programa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí – Campus Floriano. Dedica-se a pesquisas sobre condições de trabalho docente e desenvolve projetos relacionados ao desenvolvimento de tecnologias.

View more articles Subscribe
Leave a response comment2 Responses
  1. Rudney
    Março 26, 11:55 Rudney

    Excelente, estou utilizando no segundo ano do EM para que os alunos compreendam as mudanças na estrurura social, para que diferenciem nas mudanças ocorridas na Idade Moderna os resultados profundas das revuções.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: