Mauro Iasi, manipulação midiática e ignorância: mais um caso de desinformação que assola o país

Mauro Iasi, manipulação midiática e ignorância: mais um caso de desinformação que assola o país

Por Cristiano das Neves Bodart


A manipulação midiática e a ignorância fazem mais uma vítima! Desta vez um professor, Mauro Iasi. Seu pecado? Ter sido filmado recitando Bertold Brecht!

O professor da UERJ, Mauro Iasi, ex-candidato a presidência, em um discurso finalizou sua fala utilizando um poema do Bertold Brecht. No entanto, manipularam o vídeo recortando o final do vídeo dando a entender que ele incitava a violência física. Os manipuladores apostaram na ignorância de muitos que não conhecem o poema e que aceitam tudo que é vendido como verdade para propagar que o professor estaria pregando a necessidade de fuzilar os conservadores. Antes desse trecho estrategicamente recortado, o professor seguia com sua exposição oral da seguinte forma: 

“É assim que nós enfrentaremos os conservadores, é assim que vamos enfrentar os conservadores: radicalizando as lutas de classes. Mas qual vai ser nosso dialogo com esse setor, o setor conservador. Veja o setor conservador é perigoso porque lança sua garras na consciência da classe trabalhadora. É nela que nós temos que nos defender contra essa ofensiva conservadora e não o diálogo com eles. E eu espero contribuir com isso com o que Gramsci chamava de intransigência com um pequeno “poeminha” final do Brecht, do Bertold Brecht […]”

Nota-se que ele estava falando de ser um contribuinte na intransigência (exigente de princípios gerais que buscam a unidade e o bem geral). Não trata-se de ser favorável ou contrário ao socialismo que prega o professor, cujo direito lhe é garantido pela Constituição Federal. Trata-se de nos colocar contrários a prática da desinformação antiética e imoral que vem encontrando “ninho” na ignorância e na intolerância. Nota-se que o professor defende que é na produção da consciência que deve ocorrer a luta. [“Veja o setor conservador é perigoso porque lança sua garras na consciência da classe trabalhadora. É nela que nós temos que nos defender contra essa ofensiva conservadora e não o diálogo com eles]. 

O vídeo propositadamente cortado circula na internet, sobretudo via facebook.
Segue o poema:

Perguntas a um homem bom, de Bertold Brecht
Avança: ouvimos
dizer que és um homem bom.
Não te deixas comprar, mas o raio
que incendeia a casa, também não
pode ser comprado.
Manténs a tua palavra.
Mas que palavra disseste?
És honesto, dás a tua opinião.
Mas que opinião?
És corajoso.
Mas contra quem?
És sábio.
Mas para quem?
Não tens em conta os teus interesses pessoais.
Que interesses consideras, então?
És um bom amigo.
Mas serás também um bom amigo de gente boa?
Agora escuta: sabemos que és nosso inimigo. Por isso vamos encostar-te ao paredão. Mas tendo em conta os teus méritos
e boas qualidades vamos encostar-te a um bom paredão e matar-te com uma boa bala de uma boa espingarda e enterrar-te com uma boa pá na boa terra.

O NEAM-Núcleo de Estudos e Pesquisas em Aprofundamento Marxista do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da PUC-São Paulo emitiu uma nota pública sobre o caso. Segue:
NOTA PÚBLICA DE APOIO E SOLIDARIEDADE AO PROFESSOR MAURO IASI
“O NEAM- Núcleo de Estudos e Pesquisas em Aprofundamento Marxista do Programa de Pós Graduação em Serviço Social da PUC São Paulo vem a público prestar seu apoio e solidariedade ao Professor Mauro Iasi da Faculdade de Serviço Social da UFRJ. Mauro Iasi e sua família tem sofrido ameaças de vida por parte de indivíduos que pregam o obscurantismo e a violência vividos barbaramente durante a ditadura militar no país, que assassinou, prendeu, perseguiu milhares de brasileiros(as). Esse retrocesso é inadmissível e não podemos nos calar mediante mais um Ato de violência que coloque em risco pessoas. Nos somamos a tod@s que exigem que as autoridades responsáveis pela Justiça apurem os fatos e punam os responsáveis por esse ato inumano e defendemos a liberdade de manifestação e expressão que conquistamos na luta contra a ditadura. Mauro Iasi é um intelectual de grande porte, a quem temos muito que aprender. Tem uma vasta produção acadêmica , se vincula ao NEPEM na UFRJ, um Núcleo de pesquisa histórico e de grande referência nacional. Mauro tem sido um grande defensor da universidade pública, laica, gratuita, universal. Mauro Iasi, companheiro de todas as horas, lúcido, militante, generoso, afetuoso, intelectual de uma simplicidade verdadeira e genuína, poeta dos bons! Os tempos duros trazem a tona o que há de pior, de desumano, de desalentador .Mauro com sua alegria, poesia e convicção teórica e política na direção de uma sociedade igualitária permanece atuante e junto com ele lutamos por uma sociedade humana emancipada.
Professora Bia Abramides
Coordenadora do NEAM
Programa de Pós-Graduação da PUC-SP”
Abaixo o vídeo que há a contextualização de sua fala. A partir desse vídeo produziram outro a partir de 1min.40s., dando a entender que ele estava orientando aos presentes fuzilar os conservadores.

Cristiano Bodart Bodart

Graduado em Ciências Sociais, doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP.

View more articles Subscribe
Leave a response comment33 Responses
  1. Unknown
    outubro 21, 04:50 Unknown

    Não me convenceu. Utilizou-se de um poema para expressar e incitar sim a "radicalização das lutas de classe" como ele mesmo fala. O final do discurso é bem claro: "com a direita e o conservadorismo NENHUM DIÁLOGO, LUTA". Está muito claro, com e sem edição. Não houve manipulação e a ideologia que ele defende se utiliza sim da revolução armada como mecanismo de tomada de poder. Não há desculpas! Não se apegue só a essa palavra "consciência", pois ele defendeu atingir a consciência dos trabalhadores para levantar esta luta aí!

    reply Reply this comment
    • Jose Afonso
      outubro 21, 19:07 Jose Afonso

      Concordo. Se ele falou de cunho próprio ou citou o "poema" de Brecht para demonstrar como vai lutar contra a intransigência, dá no mesmo, é irrelevante. Continua sendo incitação à violência!

      reply Reply this comment
  2. Bff Brasil
    outubro 21, 12:25 Bff Brasil

    A manipulação midiática e a ignorância há muito estão a favor da esquerda. Esta retórica toda só convence a quem já está cego justamente por vcs!! Falou, agora arque com as consequências… tá com medo de que agora?

    reply Reply this comment
    • Milena Morais
      fevereiro 07, 01:45 Milena Morais

      A manipulação midiática está a favor da esquerda? engraçado, porque a mídia é controlada por grandes empresários… O que você entende por esquerda, afinal?

      reply Reply this comment
      • Morgan
        julho 12, 16:35 Morgan

        A mídia não conhece partido ou religião, ela conhece o poder. O poder é único do altar da mídia. Quando Lula se dizia esquerda liberou muito dinheiro como seus antecessores fizeram, e com isso foi aclamado, como se apenas tivesse acertos, como o homem do povo sem estudo e operário ( não disseram que ele aposentou sem necessidade pois a amputação do dedo minimo não o impede de 99,9% dos trabalhos oferecidos na industria. Ele não estudou apesar da oportunidade de faze-lo visto que não precisava trabalhar e tinha todo o tempo livre; apenas para poder se dizer próximo do homem comum e pobre). A mídia como todos aqueles que almejam ser um líder busca o poder e reconhecimento que leva a mais poder. O problema não está sistema politico adotado, capitalista, comunista, socialista, etc. o problema esta no homem com seus defeitos que em busca de poder e gloria se esconde atras da sombra da humildade e servidão para alcança-lo.

        reply Reply this comment
  3. vlogdo ronaldo
    outubro 21, 20:03 vlogdo ronaldo

    Ele pode até ter utilizado o poema de Bertold, mas fez uma analogia contra a direita incitando o ódio e a violência sim.

    reply Reply this comment
  4. IFU4 U2
    outubro 22, 03:33 IFU4 U2

    Típico da esquerda: distorcer a realidade para se acreditar no que se quer acreditar.

    reply Reply this comment
  5. HEAVY METAL
    outubro 22, 03:38 HEAVY METAL

    Pau de bosta, comuna pilantra. Se eu encontra pr este escroto nas ruas do RJ vou tirar satisfação. Falou? Agora assume, covarde! Vocês são o quê? Imbecis? O cara ameaçou CLARAMENTE de morte quem não segue suas idéias comunistas estúpidas. Precisamos de liberar as armas para os cidadãos de bem o mais rápido possível. Aí, machão, você muda seu discurso de ódio e ameaça. Vai trabalhar, vagabundo! E manipulação midiática é pratica do comunismo e socialismo, aprenderam com Lênin. É só ver o vídeo, parem de canalhice! São tão imbecís que agira querem defender o que não tem jeito. ARRREGÕES!!!!

    reply Reply this comment
    • Milena Morais
      fevereiro 07, 01:54 Milena Morais

      Afinal, o que realmente o incomodou? Você está reclamando sobre o Mauro, supostamente, ter incitado a violência mas… uma de suas propostas no discurso (que foi beem agressivo para quem questionou isso de um poema) é a legalização do porte de armas? sério mesmo? armas são bem pacíficas, e sair atirando em tudo que é desavença realmente é um discurso de paz?
      É porque proclamar agressão e ódio para quem (classe, gênero, etc) já vem sofrendo com isso é muito fácil, comum e aceitável…agora chamar os oprimidos para lutar por sua libertação é visto como violência (na escravidão violento não eram os senhores da casa grande, com os chicotes na mão, mas sim os escravos que se rebelavam)

      reply Reply this comment
  6. HEAVY METAL
    outubro 22, 03:42 HEAVY METAL

    Mauro Iasi, te cuida malandro. Comunista calhorda, amoral, criminoso, estúpido, incitador de ódio e mentiroso. Quem merece paredão é pá são pessoas do seu caráter. Bandido, traficantes tem mais moral que um panaca desses. LIXO.

    reply Reply this comment
  7. Marco Túlio
    outubro 22, 14:10 Marco Túlio

    Eu não conhecia o poema "Perguntas a um homem bom" (Verhör des Guten), de Bertolt Brecht, que li ontem, por causa da polêmica envolvendo Mauro Iasi, acusado de incitar a violência.
    Li e gostei muito. Pareceu-me uma crítica ao relativismo, como quem diz: "de boas intenções o inferno está cheio", como Hanna Arendt talvez dissesse.
    Se esse poema é uma incitação ao crime feita por um poeta comunista, a Marselhesa é uma incitação do mesmo tipo feita por liberais?
    Tempos difíceis, heim?

    reply Reply this comment
  8. BERTASSI
    outubro 24, 13:25 BERTASSI

    Muito me impreciona quando tamanha racionalidade e posta para individuos que ainda nao tem ideia de que o mundo age por si mesmo…. estamos vivendo tempos aonde a desinformacao nos remete a pratica a ira… tlvez nossa humanidade esteja chegando no seu limite de racionalidade… se nao pensamos mais eu nosso semelhante e melhor entao agirmos como animais…

    E isto e o que ta na cabeca de muitos intrepidos pensdores do senso comum… facam suas reflexoes ou melhor mudem o pensamento pela acao inflexiva de suas atitudes… ate quando nos tornarmos verdadeiros animais….

    reply Reply this comment
  9. Rodolfo Veronese
    outubro 25, 00:39 Rodolfo Veronese

    fala em ser intransigente com a direita, depois cita um poema de Brecht sugerindo o fuzilamento de um direitista… Lamento, mas não me convenceu. Você tem o direito de falar a merda que desejar, e eu , de reagir a ela com minha igual liberdade. Foi infeliz, professor. Vai ter de se acostumar com a era digital e parar de achar que vive na maçonaria do partidão…

    reply Reply this comment
  10. Unknown
    outubro 26, 00:15 Unknown

    Hoje domingo quase dez horas da noite entro em um blog sobre sociologia e educação para ilustrar um tema que estou tratando com meus alunos: cultura. O que encontro??? É dezenas de pessoas que se prestam a vomitar ignorâncias, agressões, quem é o intransigente? Quem tem poder neste mundo? Se o sistema que está aí é tão bom? Porque produz tanta desigualdade e tanta ignorância chegando ao ponto de uma pessoas dizer que se encontrar fulano na rua vou tirar satisfação mas a que ponto chegamos. Brecht escreveu a tantos anos atrás e o que mudou é só olhar o que a europa fez da África o que está acontecend no mundo agora com milhares de pessoas tendo de sair dos seus países a culpa é do comunismo????

    reply Reply this comment
    • Fabiana Priscilla Santos
      novembro 26, 18:46 Fabiana Priscilla Santos

      Todo mundo sabe dos problemas…qual a saída? O Iasi no discursinho só disse que não é com a dialogo com a direita. Então é como?

      E não me vem com "se você-conservadora-opressora-elite-bla-bla não sabe, não sou eu que vou te dizer". Até porque tenho minha opinião, gostaria de saber a sua.

      reply Reply this comment
  11. Unknown
    outubro 30, 17:53 Unknown

    Mas mais de 140 milhões de mortos e culpa do comunismo e não tem como esconder debaixo do tapete tantos corpos, através de demagogias furada comunista.

    reply Reply this comment
  12. Elivelton De Cezaro Luza
    outubro 30, 17:55 Elivelton De Cezaro Luza

    Mas mais de 140 milhões de mortos e culpa do comunismo e não tem como esconder debaixo do tapete tantos corpos, através de demagogias furada comunista.

    reply Reply this comment
  13. Gilmar Nunes Corrêa
    novembro 01, 18:55 Gilmar Nunes Corrêa

    Me desculpe, mas quem (mesmo depois do esclarecimento dos cortes e da descontextualização) não soube interpretar a fala do Mauro Iasi ou o poema de Bertold Brecht tem problemas. Isso me parece coisa de analfabeto funcional – e político como dizia Brecht – e deveria voltar aos bancos escolares.

    reply Reply this comment
    • Unknown
      dezembro 08, 06:18 Unknown

      Defender um escroto desse, achando que que é o único que sabe interpretá-lo corretamente é coisa de inocente útil, acéfalo pela militância.

      reply Reply this comment
  14. Ivo
    novembro 06, 21:16 Ivo

    Há muito essa dicotomia, essa coisa binária de direita e esquerda não faz mais sentido. Enaltecer a luta de classes e radicalizar como o Sr. Marcos Iasi o faz – e que você só reforça, isso sim me parece uma verdadeira ignorância. Reflete a dificuldade de se entender o que ocorreu depois de Karl Marx e principalmente das barbaridades cometidas pelos regimes de esquerda. Entre outras coisas, os radicais de esquerda imitam nossos carrascos militares, Hitler e Stalin, que tanto eles mesmos criticaram. É mais do que uma questão de tolerância: trata-se de procurar entender como há tantos empreendedores de todos os tamanhos em nosso Brasil e por que isso não é possível em Cuba ou mesmo na Venezuela e que efeito isso pode ter na geração de riqueza e transformação da sociedade. As esquerdas no Brasil, com esse discurso retrógrado, só vão repetir os mesmos erros de tudo quanto é país que enveredou pelo socialismo, produzindo mais miséria e trocando uma elite por outra, sem nenhum benefício concreto ao povo. Termos reconquistado a democracia, nos livrando da ditadura e do regime militar foi um grande progresso. Um passo importante agora é tratarmos as desigualdades, de preferência eliminando-as. Seguir os passos das esquerdas e ouvindo esse discurso do Iasi é a receita para voltarmos aos tempos escuros da ditadura e a retrocedermos e aumentarmos ainda mais as desigualdades. É trocar seis por meia-duzia e voltar aos anos escuros da ditadura, só que liderada por uma ideologia contrária e ultrapassada, atrasada, com uma nova elite e novas máfias, sem nenhum valor a agregar, sem atacar de fato as raízes de nossos problemas.

    reply Reply this comment
  15. Antonio dos Santos Baptista
    novembro 18, 16:33 Antonio dos Santos Baptista

    É uma vergonha e uma baita safadeza quererem blindar o discurso deste comunista nanico que que fez um discurso em que finalizou ameaçando de fuzilamento à todos os conservadores e a todos os que discordam dos socialistas marxistas. Dizer que ele apenas citou parte do poema de Bertold Brecht sem nenhuma intenção de ameaçar com violência os conservadores, é trocar 6 por meia dúzia. Em nada muda o que ele disse e alto e bom som!. É um bando de covardes safados protegendo outros da mesma espécie! Bando de covardes!

    reply Reply this comment
  16. SAMUEL LC ESTEVES
    novembro 25, 00:20 SAMUEL LC ESTEVES

    O cara fala besteira e vcs mentem pra caramba!!! Errou maluco, agora toma!!!!!!!!!!!!

    reply Reply this comment
  17. Jacob Portela
    dezembro 24, 02:02 Jacob Portela

    Este texto me lembra o Chacrinha: "Eu não vim aqui para explicar e sim para confundir".

    reply Reply this comment
  18. cida.macario@gmail.com
    dezembro 26, 23:25 cida.macario@gmail.com

    Vou jogar fora no lixo
    Jogar fora no lixo…..musica sandra de sá

    reply Reply this comment
  19. Unknown
    janeiro 13, 11:53 Unknown

    Não é bem assim como muitos pensam, o discurso dele é filosófico, quem já fez serviço social sabe do q falo, a ofensiva ali significa atacar ideias. Assim como a morte no poema também se refere a ideias…todo o discurso dele está relacionado com a luta contra ideias conservadoras. Muitos não tem a sensibilidade e crítica suficiente para apreciar um discurso como esse, ai ficam espalhando besteiras…

    reply Reply this comment
  20. COSMOVISÃO URBANA
    fevereiro 07, 13:57 COSMOVISÃO URBANA

    É lastimável ter que ler comentários de tão baixo escalão e de pessoas destituídas de conhecimento histórico, para atacar um professor acadêmico e concursado de uma das melhores universidades pública do nosso país. Como pode um individuo chamar um professor de vagabundo e malandro? Outros atacar a sua formação política e ideológica como se fosse pecado ou um crime ser: Um socialista ou Comunista? Vivemos em um país com liberdades democráticas garantidas constitucionalmente; e por isso as pessoas podem se manifestarem e terem os seus pontos de vistas dentro de uma conjuntura social e política, da mesma forma que vcs ditos conservadores e direitistas podem se manifestarem. Porque então me digam: porque só os conservadores e direitistas podem se manifestarem? Que liberdades são essas? que só atendem há um lado? Já conhecemos a linha de atuação dos conservadores e direitistas no Brasil, desde A era Vargas e a sua atuação no golpe civil militar de 1964 e em todo o período da "Ditadura militar brasileira". Onde sempre tentaram criminalizar os movimentos sociais, sindicais e principalmente os socialistas e comunistas, com suas perseguições políticas, através do Estado. Todo apoio ao companheiro e professor mauro iasi e a sua família. FASCISTAS NÃO PASSARÃO! VIVA O PODER POPULAR! VIVA MARIGHELLA! VIVA O PCB!

    reply Reply this comment
  21. PARA SEMPRE SERVO
    maio 07, 16:45 PARA SEMPRE SERVO

    Com uma defesa dessa era melhor que nem tivesse se manifestado; só reforçou a tese de quem discorda deste "professor"; este "professor" e seus seguidores, são de uma linha radical de extrema esquerda, não adianta tentarem dizer o contrário, é exatamente assim que eles pensam: todos que não pensam como eles, são inimigos da "causa trabalhadora" e merecem ser fuzilados.

    reply Reply this comment
  22. Notícias Já
    junho 02, 01:46 Notícias Já

    Vão plantar batata seus babões do comunismo. Eu ouvi todo o discurso e mesmo que haja uma deturpação, ele incitou o ódio, pois o discurso incita a violência. No Brasil, quem é de esquerda tem foro privilegiado, pode falar o que bem quer e a direita qualquer besterinha é acusado de violento e cruél. Esse site não é Café com Sociologia e sim Café com Comunismo

    reply Reply this comment
  23. Valter de Oliveira
    outubro 09, 16:00 Valter de Oliveira

    Cristiano: Acessei o vídeo e ele não está disponível. Posso encontrá-lo em outro lugar? Melhor ainda se o texto foi transcrito e você possa disponibilizá-lo. Grato desde já. Atenciosamente,

    reply Reply this comment
  24. VALDERI FELIZADO DA SILVA
    novembro 14, 19:30 VALDERI FELIZADO DA SILVA

    Pois bem, esse “Nota de Apoio” não explicou nada. Só recitou aquela mantra de “retrocesso”, “não passarão”, “obscurantista”, etc, que já estamos cansados de ouvir. É claro que recitou a violência.

    reply Reply this comment
  25. Americo Penna
    maio 14, 21:39 Americo Penna

    Eu vi o vídeo na esperança de que fosse algum mal entendido, e que o Mauro Iasi tivesse sido vítima de haters, só que não. O vídeo mostra uma ode à violência e genocídio. É uma VERGONHA como este respeitável blog tenha emprestado este espaço a este doente. Cristiano Bodart, você cai na velha falácia de que para apoiar a luta comunista é aceitável tolerar certas canalhices e fechar os olhos. O Mauro Iasi é um psicopata doente, tão doente quanto Stalin, e isto não muda só pq ele se diz comunista.

    reply Reply this comment
mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: