Morre, as 79 anos, o sociólogo francês Raymond Boudon.

Morre, em Paris, no dia 10 de Abril de 2013, um dos maiores sociólogos contemporâneo: Raymond Boudon.

Bourdon, nascido em 27 de janeiro de 1934, foi, sem dúvida, um dos nomes mais importante da sociologia do indivíduo. Teórico do individualismo metodológico na sociologia francesa e crítico de Bourdieu, foi um dos maiores nomes da sociologia da segunda metade do século XX, juntamente com Alain Touraine, Michel Crozier e Pierre Bourdieu.
Bourdon era professor emérito da Universidade de
Paris-Sorbonne. Era ainda membro da Academia de Ciências Morais e Políticas da França e de várias outras Academias estrangeiras.

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Centro de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Pesquisador do tema "ensino de Sociologia". Autor de livros e artigos científicos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: