/

O cristão: entre Direita e Esquerda

cristão
cristão

Por Cristiano das Neves Bodart

Cristão é um adjetivo dado aqueles que seguem as ideias de Cristo (01-34 d.C). Em se tratando de Direita e Esquerda não consigo compreender como alguém diz ser cristão sem, contudo, compartilhar das ideias básicas de Cristo: amor, paz, compreensão, respeito, tolerância e igualdade.
Alguns dirão que não existe direita e esquerda, afirmativa que não se sustenta (mas isso é outra discussão).
…….
Para compreensão inicial (não continue a leitura sem entender esses dois pontos):
Grosso modo podemos assim classificar:
Esquerda: Basicamente trata-se de uma posição ideológica que defende práticas voltadas a uma sociedade mais igualitária. Defende uma melhor redistribuição de renda e respeito às diferenças e prega mudanças na realidade socioeconômica em prol da coletividade.
Direita: Basicamente trata-se de uma posição ideológica conservadora e defensora, hoje, do Neoliberalismo Econômico. Defende a meritocracia e a manutenção da realidade socioeconômica em prol da individualidade.
…..
cristianismo primitivo
A questão que não consigo entender é a visão de alguns cristãos se colocarem contrários às ideias de Esquerda, como se essas fossem “diabólicas” (o que não é, necessariamente, a mesma coisa do que defender partidos ditos como de esquerda). Digo isso porque se analisarmos, ainda que superficialmente, a vida de Jesus Cristo e de seus seguidores (cristãos primitivos) veremos com muita facilidade se Jesus era de Direita ou de Esquerda.

Como bem apresentou o poeta cristão, Ariano Suassuna, Herodes e Pilatos eram de direita, representavam o status quo da época. Defendiam o crescimento do Império Romano, o uso da força na manutenção da “harmonia social”.

 

Jesus Cristo era, sem dúvida, de Esquerda. Alguns diriam que os objetivos de Jesus não estavam ligados à política partidária; isso acredito ser verdade. Porém, ao buscar seu objetivo para o “Reino dos Céus” teve que se posicionar politicamente no mundo – uma vez que estava situado em um contexto histórico, político e social. Não era possível ser neutro. Restava ficar do lado dos explorados ou dos exploradores; escolheu os subjugados.

Jesus de Nazaré viveu em uma sociedade marcada pelo Latifúndio (diversas de suas parábolas tiveram a “terra” como pano de fundo) e quando ele se colocava contrário a riqueza (embora pensamos o conceito de riqueza com nossas experiências atuais, sendo visto como capital) estava se colocando contrário ao latifúndio. A riqueza, ou seja, a concentração de terras nas mãos de poucos, era visto por Jesus como bastante negativa (“É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus” Mt. 19:24). E qual era a sugestão de Jesus? Sua orientação era a partilha: “vende tudo o que tens e dê aos pobres” (Mt. 19:21).
cristão lendo biblia sagrada

Jesus se pôs também contrário à opressão dos ricos sobre os pobres. Denunciou a exploração da época que se dava por meio de impostos que enriqueciam uma classe social e esmagavam outras na pobreza. Atualmente a forma de exploração se dá, em maior parte, por meio das relações assalariadas (na época de Jesus o trabalho era predominantemente artesanal e familiar).
Quando Cristo, por exemplo, curava nos sábados e não observava as leis da época (regidas por princípios teocráticos judaicos) estava se colocando à Esquerda da Direita política da época, isso pela atitude subversiva e pelo rompimento com a ordem social imposta.

Jesus viveu na companhia dos mais pobres e oprimidos pela Direita Política da época. Sua atenção esteve prioritariamente sobre os mais pobres, carentes e marginalizados pela sociedade. Notaremos nos evangelhos um constante embate entre Jesus e o Poder Político de Direita da época. Jesus foi um defensor das minorias desprivilegiadas ou vitimadas por preconceitos sociais e/ou religiosos.
O que mais caracteriza hoje a Esquerda? Certamente a ideia “comunista” de igualdade social.
Se olharmos para os Cristãos do primeiro século, mais especificadamente no livro de Atos dos Apóstolos veremos qual era o posicionamento desses:

“E da multidão dos que creram, um só era o sentimento e a maneira de pensar. Ninguém considerava exclusivamente seu os bens que possuía, mas todos compartilhavam tudo entre si” (ATOS 4: 32).

E ainda,
“Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda e o colocavam aos pés dos apóstolos, que o distribuíam segundo a necessidade de cada um” (Atos 4:34-35).
cristão e a caridade
Pelo que parece o Cristianismo foi precursor das ideias comunistas, chegando a colocá-las em prática no primeiro século.

Não é lúcido pensarmos que porque alguém da Esquerda se corrompeu, como fez Judas e outros contemporâneos de nossa época (enriquecendo-se a si mesmo com uma espécie de “caixa dois”), que devemos satanizar os princípios defendidos por Jesus. Fazer isso não seria deixar de seguir os princípios cristãos e, portanto, deixar de ter condições de ter esse adjetivo?

Por fim, termino dizendo que o conservadorismo da Direita da Época de Jesus, o crucificou justamente por ter sido interpretado como sendo de Esquerda.  
Hoje Jesus seria assassinado pela milícia a mando de um direitista conservador que se diz cristão. Daqueles que fazem gestos de armas com as mãos.
Publicado originalmente em 8 de outubro de 2014 

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Centro de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Pesquisador do tema "ensino de Sociologia". Autor de livros e artigos científicos.

92 Comments

      • Quando os cristãos foram perseguidos na “Ditadura Militar”? Mostre-nos documentos que provem essa acusação…

      • A Ditadura e o comunismo eram opostos. A ditadura era conservadora. Contrária ao comunismo. Na ditadura foram perseguidos os que eram contra o regime. E a igreja os protegia.

      • Tu é burro mais interpretação a riqueza que Jesus falava não era material e sim espiritual ricos de espírito pense

    • Aí está a prova de que o cristianismo não é nem esquerda nem direita, ambos os lados o perseguiram!
      Acho que a postura cristã mais adequada é aquela que está livre das ideologias, de ambas.
      Nosso compromisso é com a causa do evangelho, e na defesa desses valores podemos nos aliar politicamente a todos aqueles que se dispuserem a defendê-la no caso concreto, independentemente do lado para que pende ideologicamente a asa de nossos aliados. O velho e saudoso Schaeffer falava muito em co-beligerância, conceito que deveríamos lembrar nestes tempos bicudos de patrulhamento ideológico. Seria muita ingenuidade nossa imaginar que os valores do evangelho poderiam ser sequestrados por qualquer partido ou tendência ideológica. O nosso partido é o do evangelho, e o cristão que participa da vida política, seja como eleitor, seja como deputado, deve se lembrar sempre que a sua cidadania é essa, inscrita na cidade de Deus, e que por aqui somos peregrinos, que vamos salgando o terreno dentro daquilo que é possível para nós.

      • Você está certo, mas temos que convir que no comunismo ou na esquerda de hoje, não politicamente, mas ideologicamente, tá longe se ser o que Jesus pregava, não em matéria, mas no sofrimento e na ausência de liberdade!

      • Um comentário feliz! Concordo plenamente! Não dá para ser conivente com essa manipulação do evangelho que que acontece para ambos os lados. citaria aqui umas 5 passagens pelos menos onde aparentemente Jesus seria de Direita.
        E tratando da nossa realidade, vemos Jesus sugerir que as pessoas dêem tudo aos pobres, mas não se vê Ele tomando tudo dos outros em nome de dá aos pobres, quem quis fazer isso foi Judas, o traidor.

      • Certamente esse artigo está totalmente fora dos princípios bíblico. Ser de esquerda naqueles dias, nos dias de Jesus, nada tem a ver com ser de Esquerda nos dias atuais. Pegar as Sagradas Escrituras para afirmar embasar pensamentos esquerdistas, socialistas e comunistas, no mínimo é um grande engano.

    • Esta escrito em Josué 1 Esforça-te e tende bom ânimo para teres o cuidado de fazer tudo qto manda a minha lei. Não te apartes nem para esquerda e nem para a direita. Quem segue a esquerda ou a direita desobedece a Deus.

    • Willian diz vc quantos morreram? Ou não sabe e só está repetindo conversa de mbl e outras idiotices, agora nos diga quantos seres humanos o capitalismo já matou, em guerras por poder e dinheiro? Cara vai estudar! Ah e o texto está falando sobre o comportamento do senhor Jesus, é tão obvio que até vc deve ter entendido qual é a linha de pensamento que ele trouxe ao mundo.

    • Qual cristão foi perseguido no governo militar, a igreja Deus é amor foi fundada em 64, a igreja católica foi para a rua pedindo a intervenção militar como foram perseguidos da uma pesquisada em quantas igrejas foram abertas entre 64 e 85.

    • e o que me diz do nazismo de Hitler que era de extrema direita , que matou e atrocidou , 6 milhões de judeus , a grande maioria na câmara de gás, e sem contar que odiava os comunistas

      • Quando os cristãos foram perseguidos na “Ditadura militar”? Mostre-nos documentos que comprovem essa acusação!

        • Todo aquele que comete homicídio atenta contra um mandamento de Deus. Todos os governos os autoritários cometeram homicídios para manter a “ordem social”. Logo a igreja se posicionou contra tais governos.

  1. Premissa boa mas conclusão forçada. Não é prudente comparar o plano perfeito de Deus com as facções humanas. Regimes de esquerda são historicamente contra qualquer religião que esteja acima dos poderosos, tanto na teoria (Marx) quanto na prática (União Soviética, China, Cuba, Coréia do Norte, etc.) enquanto os regimes de direita costumam utilizar o poder da religião em favor de seus poderosos. É muita pretensão do autor tentar justificar sua posição político-ideológica diante do podre cenário político brasileiro.

  2. Olá! Muito bom o texto por apresentar o posicionamento político que podemos tirar de Jesus Cristo (que, acredito, priorizava a mudança de consciência e sua aplicação nas ações do dia-a-dia… algo como uma práxis).
    Particularmente, acredito que hoje o que mais se aproxima dos ideais sociais de Jesus é o que seria, segundo seus critérios, uma extrema esquerda: o anarquismo e o pensamento libertário.
    Recomendo a leitura de um livro do querido León Tolstoi, anarquista cristão, onde ele desenvolve bem exatamente essa relação cristianismo-conduta social. O livro é "O Reino de Deus está em Vós". (disponível em .pdf aqui: https://we.riseup.net/assets/160463/1249581-Leon-Tolstoy-O-Reino-De-Deus-Esta-Em-Vos.pdf )
    Abraços!

    • Anarquismo vc diz. Mas deve lembrar do que Ele disse: "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus".
      Cristo nunca foi um revolucionário político como nos querem fazer crer. O reino que ele anunciava era futuro, e por futuro não me refiro à nosso época, rsrs.

  3. Acho que a definição de direita que postou não condiz com a realidade.
    Apesar disso, acredito que o cristão deve defender o evangelho, isso por vezes o fará votar na esquerda, outras vezes na direita. Mas acima de tudo não podemos nos prender a uma ideologia humana, afinal o "mundo jaz no maligno" e nenhuma ideologia ou governo humano o levará a perfeição.
    Então, nem revolucionário, nem reacionário, creio que o cristão coerente é conservador.

    • Até agora foi o melhor comentário que li. Concordo plenamente com você, pois não somos deste mundo ,estamos só de passagem e por isso nosso único dever é seguir os princípios deixados por Jesus Cristo. Na Bíblia fala que é pecado matar ( como apoiar um candidato que quer legalizar o aborto?); diz na Bíblia que não devemos consumir nada que mate o nosso corpo, pois esse é o templo de Deus (como votar em um partido que quer legalizar as drogas?). Eu não sou de direita nem de esquerda, apenas voto de acordo com o evangelho.

  4. Gostei, Cristiano. Há uma miopia no meio dito "evangélico" hoje em dia, mesmo entre a minoria que permanece fiel à Bíblia. Esta miopia os faz satanizar tudo o que é classificado como "esquerda" e os cega para os males do capitalismo e do individualismo exarcebado.

    • Desculpe a invasão nessa mensagem.
      Tentei postar um comentário, sem sucesso. Hà um limite de caracteres?

  5. Infelizmente a comparação não foi boa amigo. A grande diferença é que todos os trechos que você apresentou da Biblia mostra que a partilha e a divisão era livre ,ou seja por vontade das próprias pessoas, como as igrejas e instituições de caridade fazem hoje. Deus sempre deu liberdade para as escolhas. Por outro lado a Esquerda pensa que a riqueza e tudo deva ser partilhado, não pela vontade, desejo e caridade das próprias pessoas, mas sim por meio de imposição e opressão das pessoas que tem mais riquezas.

    • sem falar que no cristianismo não é ato forçado, é voluntario…nas politicas de esquerda vc deve obrigar a fazer a sociedade igualitária…e esqueceu que nada é por força e nem por violência(palavras de Jesus)

      e isso sem dizer que, sempre existiu desigualdade, como hierarquia, Jesus foi submisso até aos governantes de sua época. E ainda disse que cada um seria recompensado segundo os seus esforços, pois colhe o que plantou (meritocracia)

      sem mais

    • Jesus aposto que defenderia a direita conservadora, eu considero a esquerda algo diabólico. Karl Marx, Hitler, Lenin, Gramsci. Uma lista infinita de esquerdista que tinha até por objetivo acabar com a religião. Papa João Paulo II se puvi-se barbaridades dessas quando era vivo apostaria que ficaria enfurecido.

  6. O cristão antes de tudo tem de ser cristão. Mas eu não tenho dúvidas de que Jesus hoje seria interpretado como comunista/esquerdista pela ala mais conservadora. Nós temos o exemplo do Papa Francisco que é odiado pela ala ultra conservadora.

  7. O cristão antes de tudo tem de ser cristão. Mas eu não tenho dúvidas de que Jesus hoje seria interpretado como comunista/esquerdista pela ala mais conservadora. Nós temos o exemplo do Papa Francisco que é odiado pela ala ultra conservadora.

  8. Acho muito complicado conceituar esquerda como os que pregam igualdade, justica, dignidade a todos e a direita como os inimigos desse mundo perfeito que a esquerda criou em sua imaginacao coletiva e que muitos cristaos de esquerda confudem com o Reino de Deus.

    Esquerda X Direita nao é Bem X Mau muito menos Deus X Diabo. Temos muito mais maus exemplos nos dois lados politicos do que bons, sendo que o Diabo consegue deturpar tanto um lado quanto o outro. Se é dificil um rico entrar no Reino de Deus o que dizer do Fidel Castro que está na lista Forbes das pessoas mais ricas do mundo? Ou dos ricos capitalistas que nem sabemos o quanto doam do seu dinheiro e vivem com muito menos do que imaginamos.

    Acho um grande erro querer encontrar o posicionamento politico de Jesus sendo que ele mesmo disse "dai a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus". Ele deixou claro que o estado nao tinha nada a ver com a implantacao do Reino de Deus. Pessoas necessitadas sempre existiram em todos regimes e o papel da igreja é sempre o mesmo "Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros" sem esquecer o primeiro mandamento, claro.

  9. De certo que temos que andar conforme os ensinamentos de Cristo. Porém na época não tinha tais ideologias que temos hoje, então temos que sempre esta abertos ao que existe hoje. O autor que é esquerdista sem sombra de dúvidas esqueceu de comentar que a Direita prega o divino direito a Liberdade (livre Arbítrio), dado pelo nosso Bom Deus, prega também o direito a propriedade outro direito dado pelo Senhor, que diferentemente da esquerda prega tudo no poder do estado, sem liberdade, que o diga os fugitivos dos regimes de esquerda (Coreia do Norte, união Soviética e Cuba) e sem propriedades. Onde está o mérito (lei da semeadura) que Deus pôs sobre os homens na sociedade de esquerda???????? De certo que o comunismo (que o autor disse que os primeiros apóstolos viveram) jamais vai vingar, pois contraria a visão do Reino Celestial, onde existe diferentes posições, angariadas a partir do galardão de cada um!!!!!

  10. Cara, quanta heresia e bobagem! Sério, você não é cristão, só esquerdista! O que fez no texto foi apenas tentar manter intacto o discurso do socialismo (coisa que todo esquerdista faz)! Cristo não era revolucionário. Se você lesse mais a bíblia ao invés de besteiras progressistas não estaria escrevendo esse tipo de merda! Em provérbios diz: Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça. ( Provérbios 29:4 ) . Agora te pergunto: dá pra fazer socialismo sem cobrar altos impostos da população, sem sobretaxar ricos e tirar dos que conquistaram pra dar a quem não trabalhou? O que isso gera? Revolta! Ou você é cristão ou é de esquerda, os dois não dá!

  11. Definição de familia por Karl Marx:
    "A familia é uma estrutura endemicamente perversa"

    Definição de familia na biblia:
    Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.
    1 Timóteo 5:8

    Faça sua escolha

  12. Ta bom, e quanto ao que Deus fez com salomão, o homem mais rico da historia que já existiu… Isso é ser de esquerda?
    É claro na bíblia a meritocracia, Deus ou Jesus agindo conforme a fé das pessoas. Quem faz mais recebe mais, quem faz menos, recebe menos.
    Jesus pregou a liberdade do individuo, de tomar suas próprias decisões, não de viver preso ao que lhes era imposto.
    Deus não de migalhas (projetos sociais) e sim da solução do problema… Individuo forte, não depende do governo ou de nada.

  13. Boa reflexão, sou cristão e professor recém formado em geografia, sofro críticas dos meus colegas da universidade por ser cristão e dos meus colegas e líderes da igreja por manter um pensamento politico e econômico de esquerda. É incrivel como essa associação do “cristianismo” com uma direita conservadora está enraizada como regra tanto por parte dos grupos religiosos e até mesmo na ciência. É necessário mais reflexões e críticas como essa.

    • Porque “talvez” os líderes por trás da esquerda queiram oa ateísmo mundial. Só “talvez” pra quem não quer enxergar o óbvio.

  14. Palavras persuasivas, porem apenas para quem não conhecem , não leem ou estudam as escrituras.Jesus nunca foi contra ricos, tanto que muitos ricos se converteram e tinham pessoas ricas que o ajudavam, ele foi contra o pecado ! O objetivo de central de Jesus foi morrer e pagar o preço no lugar da Humanidade,o Pecado sempre foi o motivo que o fazia combater, Jesus condenava os Ricos que usufruíam das coisas de forma ilegal ( pecado), as Injustiças (pecado) ,Prostituição ( pecado) Traições (pecado) Adultérios (pecado) Roubo (pecado) homicídio ( pecado) fornicação (pecado)Uso de Drogas maconha e outras (pecado) etc. e Jesus também não aceitava as mudanças da natureza que Deus estabeleceu, Homem transando ou unindo com Homem, Mulher transando e unindo a Mulher (Romanos 1, 26 – 27), Jesus presava e defendia a família tradicional , Jesus honrava Pai e Mãe e não o termo “Genitores”.onde me parece que os Esquerdas atuais defendem e querem impor tais comportamentos chamando os de progressismo.

    Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?
    10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

    11 E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus.

    1 Coríntios 6:9-11

    Então Jesus não era de direita nem de esquerda ele era e é o salvador que morreu e ao terceiro dia ressuscitou! e estar vivo! para nos dar diteiro a salvação unicamente por meio dele!

  15. Palavras persuasivas, porem apenas para quem não conhecem , não leem ou estudam as escrituras.Jesus nunca foi contra ricos, tanto que muitos ricos se converteram e tinham pessoas ricas que o ajudavam, ele foi contra o pecado ! O objetivo de central de Jesus foi morrer e pagar o preço no lugar da Humanidade,o Pecado sempre foi o motivo que o fazia combater, Jesus condenava os Ricos que usufruíam das coisas de forma ilegal ( pecado), as Injustiças (pecado) ,Prostituição ( pecado) Traições (pecado) Adultérios (pecado) Roubo (pecado) homicídio ( pecado) fornicação (pecado)Uso de Drogas maconha e outras (pecado) etc. e Jesus também não aceitava as mudanças da natureza que Deus estabeleceu, Homem transando ou unindo com Homem, Mulher transando e unindo a Mulher (Romanos 1, 26 – 27), Jesus presava e defendia a família tradicional , Jesus honrava Pai e Mãe e não o termo “Genitores”.onde me parece que os Esquerdas atuais defendem e querem impor tais comportamentos chamando os de progressismo.

    Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?
    10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

    11 E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus.

    1 Coríntios 6:9-11

    Então Jesus não era de direita nem de esquerda ele era e é o salvador que morreu e ao terceiro dia ressuscitou! e estar vivo! para nos dar diteiro a salvação unicamente por meio dele!

  16. Os “cristãos” conservadores não entendem uma coisa básica e que sua ideologia que precisa da desinformação oculta. Jesus foi sim um revolucionário na sua época, pregou a mudança radical de comportamento e o evangelho do amor, em um mundo saturado por violência e intolerância. Infelizmente o conteúdo também revolucionário da ideologia protestante se transformou em reacionário e conservadora ao longo dos séculos pós reforma protestante, quando se associaram aos projetos de poder vinculados à constituição de determinados estados nacionais. Uma vez no poder, qualquer mudanca radical em direção à verdadeira fraternidade e igualdade, contradiz os espaços de poder conquistados. Jesus se envergonharia profundamente desses cristãos conservadores que se isolam em suas zonas de conforto e contradizem o evangelho da mudança radical, que revoluciona o homem e suas práticas atrasadas e que violentam cotidianamente o evangelho do amor e da tolerância pregado por Jesus. Vocês são de fato uma vergonha histórica

  17. Caro Cristiano das Neves Bodart.

    Para reflexão, como está na classificação, trago informações, à guisa de que possas encontrar respostas para a indagação angustiosa que ressalta, quando bisa: ….”não consigo compreender como”… e “A questão que não consigo entender”….
    Um texto bem estruturado assim, amparado em referências bíblicas; denota, como sua conceituação indica, um claro posicionamento de esquerda e comprova sua imersão ao arquétipo de que: “Não podendo ser Deus, o Ser Humano cria um deus à sua imagem e semelhança”.
    Ousar “enquadrar” os atos de Jesus numa conotação sócio-política de “Esquerda” ou “Direita”; é tentar medir o Divino por conceitos e dicotomias humanas; é não perceber a essência da Revelação que transcende o mundo material, e as lutas sócio-econômicas que nos subjugam e nos arrastam para uma infinda espiral crescente em busca da posse e do poder, estimulada ultimamente pelos “nós x eles”, numa visão reducionista da “existência humana” para o aqui e o agora, buscando vantagens egoicas e acumulativas.
    Para se ser “um com o Pai” (Já não estou no mundo, mas eles estão ainda no mundo; eu, porém, vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me encarregaste de fazer conhecer, a fim de que sejam um como nós. – João 17,11), a essência dos ensinos de Jesus, há que se trilhar o caminho progressivo da transformação pessoal, abrindo mão de qualquer posse material e colocando-se inteiramente como servo dos outros; isso está muito além da conceituação formatada em qualquer “Filosofia ou Sistema Sociológico criados pelo gênio humano”; portanto as ideias comunistas são só uma sombra do “Sistema que Jesus nos apresentou e exemplificou”.
    Esse “Sistema Divino” fala de um Reino, que ainda não é desse mundo, em que a base é a “Meritocracia” (Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras. Mateus 16:27); uma realidade da qual fogem os “políticos carreiristas” e “todos” que se aproveitam das benesses do Estado (não importa se de Direita ou de Esquerda – se Capitalista e socialista); porque não valerão mais os discursos e as exortações, as enganações e as falsas aparências, as notícias plantadas e os falseamentos da realidade; cada um terá o “seu lugar” de acordo com a sua atuação na vida de relação sócio-ambiental em que está inserido, pautado pela contribuição efetiva que der para o equilíbrio e a harmonia, a sobrevivência e o progresso de todos.
    A “boa nova”, nesse momento de tantas notícias ruins sobre a conduta ética dos Seres humanos, é que muitos existem entre nós, cidadãos comuns, e até no meio político-partidário, dentre os ditos de “Esquerda” ou de “Direita”, ou mesmo de “centro”, que estão praticando esses ensinamentos de Jesus, adotando-o como “Modelo e Guia” para suas ações; sendo co-partícipes de um Plano Divino para transformar e regenerar esse nosso Orbe, zelando por aspectos que vão muito além da “Política partidária ou ideológica de Esquerda ou de Direita).
    A verdadeira luta a ser travada nunca foi entre “Pobres e Ricos”, nem entre “Esquerda e Direita”; mas contra o jugo da matéria, para evoluirmos em direção ao Espiritual e caminharmos para a “unidade entre todos os seres, com Jesus e com Deus”.
    Então, a resposta e o desafio que se nos apresenta é para fugirmos dos rótulos e sermos “Imitadores do Cristo”!
    Nelson Alves
    abril / 2017 – Cuiabá – MT – [email protected]

  18. Para reflexão, como está na classificação, trago informações, à guisa de que possas encontrar respostas para a indagação angustiosa que ressalta, quando bisa: ….”não consigo compreender como”…. e “A questão que não consigo entender”….
    Um texto bem estruturado assim, amparado em referências bíblicas; denota, como sua conceituação indica, um claro posicionamento de esquerda e comprova sua imersão ao arquétipo de que: “Não podendo ser Deus, o Ser Humano cria um deus à sua imagem e semelhança”.
    Ousar “enquadrar” os atos de Jesus numa conotação sócio-política de “Esquerda” ou “Direita”; é tentar medir o Divino por conceitos e dicotomias humanas; é não perceber a essência da Revelação que transcende o mundo material, e as lutas sócio-econômicas que nos subjugam e nos arrastam para uma infinda espiral crescente em busca da posse e do poder, estimulada ultimamente pelos “nós x eles”, numa visão reducionista da “existência humana” para o aqui e o agora, buscando vantagens egoicas e acumulativas.
    Para se ser “um com o Pai” (Já não estou no mundo, mas eles estão ainda no mundo; eu, porém, vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me encarregaste de fazer conhecer, a fim de que sejam um como nós. – João 17,11), a essência dos ensinos de Jesus, há que se trilhar o caminho progressivo da transformação pessoal, abrindo mão de qualquer posse material e colocando-se inteiramente como servo dos outros; isso está muito além da conceituação formatada em qualquer “Filosofia ou Sistema Sociológico criados pelo gênio humano”; portanto as ideias comunistas são só uma sombra do “Sistema que Jesus nos apresentou e exemplificou”.
    Esse “Sistema Divino” fala de um Reino, que ainda não é desse mundo, em que a base é a “Meritocracia” (Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras. Mateus 16:27); uma realidade da qual fogem os “políticos carreiristas” e “todos” que se aproveitam das benesses do Estado (não importa se de Direita ou de Esquerda – se Capitalista e socialista); porque não valerão mais os discursos e as exortações, as enganações e as falsas aparências, as notícias plantadas e os falseamentos da realidade; cada um terá o “seu lugar” de acordo com a sua atuação na vida de relação sócio-ambiental em que está inserido, pautado pela contribuição efetiva que der para o equilíbrio e a harmonia, a sobrevivência e o progresso de todos.
    A “boa nova”, nesse momento de tantas notícias ruins sobre a conduta ética dos Seres humanos, é que muitos existem entre nós, cidadãos comuns, e até no meio político-partidário, dentre os ditos de “Esquerda” ou de “Direita”, ou mesmo de “centro”, que estão praticando esses ensinamentos de Jesus, adotando-o como “Modelo e Guia” para suas ações; sendo co-partícipes de um Plano Divino para transformar e regenerar esse nosso Orbe, zelando por aspectos que vão muito além da “Política partidária ou ideológica de Esquerda ou de Direita).
    A verdadeira luta a ser travada nunca foi entre “Pobres e Ricos”, nem entre “Esquerda e Direita”; mas contra o jugo da matéria, para evoluirmos em direção ao Espiritual e caminharmos para a “unidade entre todos os seres, com Jesus e com Deus”.
    Então, a resposta e o desafio que se nos apresenta é para fugirmos dos rótulos e sermos “Imitadores do Cristo”!

  19. Faço aqui algumas considerações
    Primeiro: Devemos ler a bíblia de forma contextualizada. Cada texto tem um contexto, um simbologia, um objetivo e um publico. Segundo: De certa forma Jesus foi um revolucionário em seu tempo. Ele era judeu, e mesmo assim curava em sábado, proibido pela lei judaica. Ele se atreveu a questionar quando apedrejavam a mulher adultera. Ele questionava as estruturas que iam contra a vida.
    Terceiro: Sobre ser de esquerda ou direita eu acho que ele escolheu o lado que priorize a vida, mas não a vida em condições mínimas, mas a vida em abundancia a todos, de forma igualitária. Isso é reforçado no livro do Atos dos Apóstolos quando diz que todos vendiam os bens e partilhavam de maneira que ninguém passasse necessidade.
    E por ultimo as críticas de Marx não são ao Evangelho, são à Igreja que na época estava ao lado dos poderosos, se afastando dos moldes primeiros da Igreja. A Igreja que Marx critica é aquela que justificou muita atrocidade em nome de Deus como foi o exemplo da Inquisição. Nesse momento é importante dizer que o povo não tinha acesso a bíblia e seguia segamente as doutrinas.

  20. Meus parabéns ao professor pela coragem e sinceridade do texto. Eu sou cristão e sou de esquerda. Esse cristianismo hipócrita fariseu e de concordância com o sistema (mundo, Kosmos) não é bíblico.
    Deus te abençoe professor

  21. É certo que os governos de esquerda são ditaduras, pois a ideologia de esquerda pressupõe um Estado fortíssimo, controlador das vidas das pessoas e antidemocrático, p. ex. América Latina, África etc. A direita radical, o outro extremo, também procura a manipulação das massas, estabelece perseguição, igualmente como a esquerda, às oposições. Ambos não convivem bem com opiniões contrárias nem como uma utópica democracia, onde todos podem se manifestar livremente. Jesus não é, nunca foi, nunca será de esquerda…ou de direita. Ele é DEUS! O seu sistema não tem similar por aqui, haja vista que os nossos modelos são egoístas, contrários a um Deus amoroso e misericordioso. O cristianismo é diferente demais dessas duas posições políticas que dispomos. É algo muito mais digno e altruísta. Muito mais igualitário. Não há como referir com esquerda ou direita. Nem merece considerar comparações entre cristianismo e esquerda ou direita. Até porque o cristianismo não busca a glória neste mundo. Governantes e políticos são vaidosos demais para dispensar a fugaz glória terrena! Quem busca estabelecer comparações entre cristianismo com as ideias de esquerda ou de direita, não conhece o cristianismo e o Cristo, Senhor e Salvador, de todo aquele que crê. O resto é conversa fraca prá boi velho dormir!

  22. primeiramente discordo totalmente do seu texto,vou dizer o que me leva a discordar de você e espero que me responda.Para começo de conversa a denominação esquerda e direita surgiu 1789 anos apos o nascimento de jesus, na revolução francesa, logo não se pode denominar nem os romanos como direita nem os judeus como esquerda (sem contar que tanto a direita como a esquerda sempre quiseram o fim do absolutismo).
    A esquerda é sim uma defensora das minorias (inclusive os lgbt, coisa que jesus não concordava não é mesmo ?), mas deve se lembrar que a esquerda sempre defendeu que o homem é bom por natureza , algo que contradiz a bíblia, alem do mais a propia bíblia diz que a pobreza e desigualdade nunca acabarão o que novamente contradiz a comunidade perfeita do comunismo . O comunismo é atualmente uma das maiores causas de morte na historia do mundo ( como se pode ver em um artigo de uma universidade Americana –:De acordo com os cálculos da organização, o número de mortos pelos regimes comunistas em todo o mundo é de mais de 100 milhões. A China lidera o ranking, com o número estimado de mortes de 65 milhões de pessoas. Em seguida, aparecem União Soviética, 20 milhões; Camboja, 2 milhões; Coreia do Norte, 2 milhões; países africanos, 1,7 milhão; Afeganistão, 1,5 milhão; países comunistas do leste europeu, 1 milhão; Vietnã, 1 milhão; América Latina, 150 mil; entre outros. ) . Pelo que sei Jesus pregou a paz nao a guerra. Outro fato é que em ditaduras socialistas a religião é PROIBIDA. jesus não criticava todos os ricos , só aqueles que idolatravam o dinheiro .jesus também não curava ou defendia todos os pobres mas só aqueles que tinham fé ou o buscavam ( VÁ SUA FÉ LHE SALVOU ). a igreja antiga (dos apóstolos ) defendia a tese de quem não trabalhava não comia (meritocracia ), você pode encontra isso facilmente no livro de paulo. Amigo tem muitas coisas que diferem jesus da esquerda, como também tem muitas coisas que diferem da direita . logo jesus não tem um conceito entre direita e esquerda isso são ideologias criadas pelo homem e são imperfeitas , jesus é deus e perfeito.

    SÓ PRA FINALIZAR VOU LHE DIZER ALGUMAS PALAVRAS , REFLITA :
    IDEOLOGIA DE GÊNERO , FACÇÕES (NEGRO,MULHERES,GAYS MAS TODOS SÃO SERES HUMANOS ) ENTRE OUTRAS IDEIAS QUE UM CRISTÃO DEVE REPUDIAR.

    • “De acordo com os cálculos da organização, o número de mortos pelos regimes comunistas em todo o mundo é de mais de 100 milhões.”
      oi Gustavo, quais são as fontes de seus dados? De onde você tirou essa informação?

      • Roniel Sampaio Silva, o comunismo matou 110 milhões de pessoas, o que representa dois terços do total de vítimas provocadas no século 20 por todos os regimes ditatoriais, afirmou o jornal. O diário russo, que publicou os dados em espaço dedicado ao 80º aniversário da Revolução Russa, baseou-se em pesquisas realizadas por cientistas independentes da Suécia e dos Estados Unidos.
        A ex-União Soviética lidera a lista de países que fez mais vítimas. Segundo o jornal, foram mortas 62 milhões de pessoas entre 1917 e 1987. Em seguida está a China comunista, onde foram eliminadas 35 milhões entre 1949 e 1987.
        O “Izvestia” cita outros países cujas ditaduras provocaram extermínios, como Camboja (2,2 milhões de vítimas), Vietnã do Norte e Coréia do Norte (1,6 milhões cada), ex-Iugoslávia (1 milhão), Etiópia (725 mil), Romênia (435 mil) e Moçambique (198 mil). A pesquisa aponta o soviético Joseph Stálin como o maior assassino: seu regime teria matado 42,6 milhões de pessoas.

        Se estes dados de um dos jornais mais esquerdistas do mundo não te satisfazerem, então você é tipicamente igual aquelas crianças birrentas que não sabem perder na mais infantil das brincadeiras.
        https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1997/10/31/mundo/14.html

  23. Cara, seguinte, o Cristão não apoia direita e esquerda, uma coisa que se sabe é que Paulo nos mostra que devemos obedecer os governos.
    afirmar que Jesus era de esquerda ou direita através das ações do Império Romano é uma idiotice, sendo que essa ideologia de esquerda e direita surgiu na revolução francesa.
    A Posição política de um cristão é Teocentrica (Só ler o velho testamento e vc vai ver que nunca foi da vontade de Deus que existisse um rei (homem) governando seu povo).

  24. É simples entender porque cristãos se opõe a Esquerda: as ideias que a esquerda prega, apesar de teorica e superfialmente bonitas e comoventes, nada mais são que uma máscara para o que realmente representam quando analisadas a fundo: inveja e miséria. Colocar Jesus Cristo sob a ideologia socialista é pura heresia. Sim, Jesus esteve rodeado por todo tipo de pessoa, inclusive as pessoas pobres, mas não por seleção de pessoas, como se Ele estivesse disposto apenas a pregar para esse grupo. Porque Cristo, como bem diz a Bíblia, não faz acepção de pessoas. Falar que Ele defendia os “marginalizados, vitimados por preconceitos sociais e religiosos” é desleal. Jesus veio para salvar homens e mulheres, ricos e pobres, crianças e idosos, que se destituíssem do velho ser e cressem nEle nAquele que O enviou. Nada tinha de ideologico na primeira vinda de Cristo, não havia o menor foco nessas pautas; a mensagem era simples, ” credes em Deus, crede também em mim”.
    E sobre a passagem de Atos, é preciso incluir o contexto em que ela se aplica, e ressaltar que a distribuição de bens entres a Igreja Primitiva era VOLUNTÁRIA, muito contrária aquela que os regimes comunistas têm em mente.
    Todo seu texto é pura heresia, manipulando fatos bíblicos a fim de defender uma monstruosidade velada que só tem ceifado vidas tanto no sentido físico quanto espiritual.
    O que crucificou Jesus não foi o que você disse ser “Conservadorismo da época”; o que crucificou Jesus foi a cegueira espiritual do Homem, a obstinação em se manter no pecado e não aceitar a Verdade. Mas graças a Deus por este sacríficio de Jesus Cristo, pelo qual fomos redimidos e reconciliados com Deus, e pela fé nEle conhecemos a Verdade e somos livres.
    Que Deus queira trazer a luz do entendimento e da verdade para sua mente para que você possa enxergar as coisas como elas realmente são.
    Fica na paz de Jesus Cristo!

  25. concordar com a agenda socialista é esquecer de atos criminosos feitos por toda elite historica do socialismo , contra fato nao tem argumento , aconteceu e pronto.
    alem disso a agenda socialista tem uma cosmovisao conflitante com a fe crista, a etica e os valores ideologicos sao distintos.
    os socialistas deste seculo sao crueis , estatistas e tem uma imensa ineficiencia administrativa.
    note que nao gostam de passar ferias em paises de sua corja maligna. lembro contra fatos nao tem argumentos.

  26. O articulista fala como se o monopólio da caridade e da bondade fossem qualidades exclusivas da esquerda. A soberba, quase sempre companheira da ignorância faz com que o sujeito chegue a afirmar que Jesus Cristo e São João Batista eram de esquerda! Que coisa lamentável…

  27. Jesus viveu num contexto onde predominavam : 1- cultura helenista , 2: religiosidade marcante ( judaísmo ) , 3: domínio politico (direito ) romano. Em todos seus discursos e atitudes não se percebe qualquer influência destas ”ideologias ou sistemas ” . A mensagem dele não é diretamente para o ”povo” , ou instituições. É para o indivíduo , para o indivíduo ser UM com Ele.. não tem Lei .. Regra .. Moral… Tem princípio , sentimento que revela Verdade . Sua mensagem até hoje é vista como Loucura para os ”gentios” e Escândalo para os ”religiosos” , porque transcende o ‘saber ‘ humano , que aprende sempre e jamais chega ao conhecimento .

  28. Somos um país de maioria cristã e há sempre alguém querendo “explicar” algo para o cristão.Pegar um versículo isolado para puxar para um lado político me dá vontade de vomitar.A fé em Cristo deve ser pura e livre dessas malditas divisões feitas por homens para o controle do gado.Leiam nas entrelinhas.

  29. Bom dia

    Jesus defende a liberdade de escolha do ser humano. Assim é contra ditadura de direita e de esquerda.

    Vi um texto que lança números sobre mortes de cristãos durante os regimes socialistas. Independente da quantidade de mortos, qualquer regime político que oprime, mata, desumaniza o homem deve ser condenado a luz dos princípios bíblicos. Verdade que a experiência socialista enviesada por uma concepção errôneo do lugar da religião nas relações sociais alienadas matou cristão por crença. Ninguém pode negar isto. A morte se deu por negação de um direito conquistado na modernidade – o direito da livre expressão e da prática da fé.

    A crítica a morte por crença é fácil fazer nas experiências socialistas. Difícil também é fazer as críticas de mortes no capitalismo. Os números de morte seriam estratosféricos. Do surgimento do capitalismo até hoje, teríamos milhões de milhões. A origem das mortes não são de causas diretas, escolha de fé, mas indiretamente – a miséria, a violência, a escravidão, as guerras provocadas pelo capital, as ditaduras sul americanas e africanas, os suicidios, os extermínios nas periférias, e assim sucessivamente. A dificuldade de muitos cristãos de analisarem o papel dos valores capitalistas como causa da morte se dá porque pensam que liberdade é apenas um conceito político e não a relaciona a questões econômicas e sociais. No capitalismo, a liberdade política é limitada pela opressão econômica e social e assim vive-se uma falsa liberdade. Alguns cristãos analisam a sociedade apenas pela ideia de ter ou não liberdade de culto e ai condenam a experiência socialista e absorve o capitalismo. Me parece que há um erro neste tipo de visão. O capitalismo fracassou tanto quanto o socialismo a luz dos princípios bíblicos. O primeiro, pela negação da liberdade política; o segundo, pela negação do econômico e do social.

    Vi também que há um questionamento se houve perseguição aos cristãos durante a ditadura brasileira. Recomendo conversar com o pastor Ariosvaldo Padilha, metodista, que foi preso político e exilado brasileiro.

    Por fim, entendo que o texto do professor Cristiano fez uma tentativa de analisar a proximidade dos princípios bíblicos a luz das ideias históricas de direita e esquerda, na busca por mostrar que é há interpretações errôneas na experiência do cristianismo brasileiro sobre a Bíblia e estes dois conceitos políticos.

  30. Na situação do BRASIL, não cabe esta tegiversação da religião, pois esta linha de análise resulta em mera erística (Arte da picaretagem, segundo Shopenhauer, artimanha utilizando-se de técnicas da retórica para vencer um diálogo sem ter razão).
    A qestão peculiar do nosso país é que, a oposição mais ferrenha que já existiu, ao assumir o trono através de uma PROPOSTA MORALIZADORA ANTI ROUBOS, ANTI CORRUPÇÃO, AMPLAMENTE EDUCADORA E DESENVOLVIMENTISTA (ou esqueceram os discursos de honestidade e moralidade do Luiz Inácio?) se prostituiu de tal maneira nos meandros dos desmandos e desrespeito às necessidades da nação, ao extremo de LOTEAR OS RECURSOS DOS CIDADÃOS BRASILEIROS (A RIQUEZA QUE DEVERIA SER UTILIZADA EM “BENEFÍCIOS COLETIVOS” PARA O PAÍS):
    1) Aliciando uma escória e quadrilha política apoiadora interna;
    2) Viciando a população mais necessitada a viver com parcas esmolas;
    3) Engordando ditaduras nazistas, exterminadoras de massas humanas, com ilimitada transferência de recursos da nação etc etc etc.
    E nossa segurança, nossa educação, nossa saúde, nossa integridade familiar que já eram parcos; despencaram para o fundo alarmante do poço.
    Assim sendo:
    NÃO HÁ RELAÇÃO QUALQUER, NO BRASIL, DE IDEOLOGIA POLÍTICA COM CRISTIANISMO. Se esta relação factual fosse verdadeira, OS EUA, PAÍS MAIS EVANGÉLICO E CRISTÃO DO PLANETA SERIAM A ESQUERDA MAIS VIRTUOSA DOS NOSSOS DIAS, seriam uma Venezuela elevada à enésima potência em todas as mazelas e desrespeito humanos que as ditaduras se transformam e não A NAÇÃO MAIS PRÓSPERA E RESPEITOSA DOS DIREITOS DE CIDADANIA QUE SÃO.

  31. Texto desastroso! Esquerda é sinônimo de perseguição ao cristianismo. Marx dizia que a religião é o ópio do povo. Texto pra lata de lixo

  32. Excelente artigo. Sou estudante de teologia no Mackenzie e por esses dias levantou-se essa questão; a ideia de que o protestante-evangélico não pode ser de esquerda. Eu não compactuo com essa visão, mas eu sei a causa raiz desse pensamento: essas pessoas não sabem o que é nem esquerda nem muito menos direita e suas nuances. Para a maioria é simples: esquerda => comunistas, lulistas, psol, etc e direita é capitalistas famintos por dinheiro. Não sabem que há grupos que ficam entre a extrema direita e extrema esquerda, como por exemplo a social democracia que não tem planos de tomar os meios de produção. O maior problema é a ignorância. Eles não leem, querem pegar tudo mastigado no youtube e sempre quem entrega essa informação mastigada são pessoas que não são isentas, que ao defender suas posições atacam os seus adversários com argumentos do tipo ad hominem.
    Existe no meio evangélico uma ala que se preocupa com o social é a Teologia da Missão Integral. Fui pesquisar sobre essa teologia, vi e li vários ataques contra ela por “fundamentalistas” mas ao analisar os ataques percebi que geralmente estes são desferidos contra os expoentes dessa teologia por conta de seus laços e bandeiras partidárias. Mas os argumentos seguem esse padrão: ataca-se de forma contundente usando falácias lógicas. Por exemplo, um ataque comum à essa teologia é dizer que ela visa substituir Jesus por Marx, mas isso obviamente já é algo sem noção, pois como falei acima, existe níveis de “socialismo”, nem todos defendem a tomada dos meios de produção. Mas enfim. Excelente artigo. Só gostaria que os evangélicos lessem um pouco mais para não saírem por aí falando bobagens. Eu por exemplo, me considero um social-democrata. Iniciei estudos em economia na faculdade, porém tranquei, fiz alguns cursos pontuais na FIPE e entendo, posso dizer, muito de mercados, Keynes-Hayek, etc., e sei que o capitalismo é o único sistema capaz de se sustentar, existem, claro, as questões cíclicas, mas aí entra as ideias de Lord Keynes mas também temos que reconehcer que os capitalistas são fominhas por dinheiro e não olham para o social – em sua maioria, existem exceções sim – e é aí que entra o social-democrata. vlw.

  33. Colocar conceitos sociológicos de esquerda e direita no século I é um anacronismo quase esquizofrênico. A pauta entre esquerda e cristianismo (suprimo a ideia de direita aqui) em nossos dias precisa ser percebida em sua essência, e o faço sem juízo de valor: a esquerda gera uma esperança a partir de uma ótica ateísta e dialética, enquanto o cristianismo o faz sob uma perspectiva teísta e metafísica. É por isso que não se podem irmanar: há um choque de pressuposições na raiz. Cada um escolha seu caminho em liberdade e em paz, mas esses caminhos, por mais que se queira, não se cruzam na estrada da vida (e muito menos na da Filosofia). É forçar demais.

  34. Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna. Marcos 10:30

  35. Cristão é aquele que tem empatia e pensa no bem comum, onde todos devem ser respeitados, todos devem ter uma vida digna. Obviamente estes pensamentos são valorizados no campo da esquerda, por isso o pensamento de que os ensinamentos de Jesus são de esquerda procede. Só não entende quem se identifica com a direita, mesmo sem saber o porquê, se apresentam como defensores dos pobres e oprimidos, mas na hora da eleição, vota nos candidatos e partidos que representam o contrário.

  36. Que tristeza ao ler um artigo como esse. Que usa de forma errônea a bíblia para convencer as pessoas de que esquerda é de Cristo. Precisamos realmente entregar nossas vidas a Deus, pedir discernimento e sabedoria ao meditar a Bíblia. Meditem Mateus 25.31-41, provérbios 4.27,SL16. Que Deus nos proteja

  37. Primeiro , Jesus sempre foi de direita. A esquerda sempre quis escravizar o povo, dando-lhes pão e circo.

    Recomendo vc verificar este artigo! Seus argumentos não estão em conformidade com a verdade

    A política do Pão e circo (panem et circenses, no original em Latim) como ficou conhecida, era o modo com o qual os líderes romanos lidavam com a população em geral, para mantê-la fiel à ordem estabelecida e conquistar o seu apoio. Esta frase tem origem na Sátira X do humorista e poeta romano Juvenal (vivo por volta do ano 100 d.C.) e no seu contexto original, criticava a falta de informação do povo romano, que não tinha qualquer interesse em assuntos políticos, e só se preocupava com o alimento e o divertimento.

    Com a sua gradual expansão, o Império Romano tornou-se um estado rico, cosmopolita, e sua capital, Roma, tornou-se o centro de praticamente todos os acontecimentos sociais, políticos e culturais na época de seu auge. Isso fez naturalmente com que a cidade se expandisse, com gente vindo das mais diferentes regiões em busca de uma vida melhor. Como acontece até hoje em qualquer parte do mundo, pessoas humildes e de poucas condições financeiras iam se acotovelando nas periferias de Roma, em habitações com conforto mínimo, espaço reduzido, de pouco ou nenhum saneamento básico, e que eram exploradas em empregos de muito trabalho braçal e pouco retorno financeiro.

    Esses ingredientes, em qualquer sociedade são perfeitos para detonarem revoltas sociais de grandes dimensões. Para evitar isso, os imperadores optaram por uma solução paliativa, que envolvia a distribuição de cereais, e a promoção de vários eventos para entreter e distrair o povo dos problemas mais sérios na fundação da sociedade romana.

  38. Acredito sim, que Jesus era de esquerda.
    Ele pregava igualdade sim, melhor distribude renda.
    Mas nunca negou que sempre tinha senhores e escravos.
    JESUS incentivava a distribuição.
    A “ESQUERDA” atual quer tomar a força usando seus critério.
    Aos amigos do rei tudo.
    Jesus queria pregou uma melhor distribuição de renda.
    A “ESQUERDA” quer uma distribuição de pobreza igualitária.
    Cego é aquele q não quer ver.
    Venezuela; Cuba; Equador e Argentina.
    Olha um passado bem recente destes países e como ficaram depois q a esquerda assumiu.
    DEUS tenha misericórdia dessa nação.
    Graça e paz.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: