[Sociologia, Inglês e música] Discutindo relações de gênero a partir da música “What’s Up”

[Sociologia, Inglês e música] Discutindo relações de gênero a partir da música “What’s Up”

Por Cristiano das Neves Bodart

Que tal uma aula transdisciplinar, envolvendo Música, Língua Inglesa e Sociologia? Nessa postagem apresentamos uma proposta de aula nesse sentido, cujo temática central são as relações de gênero. Outras questões correlatas aparecerão ao longo da aula.

Tema central: Relações de gênero

Objetivo geral:

Refletir sobre as relações de gênero a partir dos papeis sociais.

Objetivos específicos:

Compreender os conceitos de dominação masculina, estruturas sociais e revolução;

Identificar aspectos estruturais que envolve a divisão de papeis sociais entre gêneros;

Perceber a música como ato artístico e político;

Conhecer novas palavras da língua inglesa.

METODOLOGIA

Primeiro momento da aula

Recomenda-se que, por meio aula dialogada, sondar o que os alunos sabem em relação ao tema da aula, quais suas experiências sociais e pessoais. É interessante promover a fala de alunos de ambos os sexos, o que possibilitará realizar comparações e partir de seus conhecimentos em direção ao aprofundamento do tema, especialmente a partir de abordagens sociológicas (a teoria é de escolha do docente, embora seja interessante/importante apresentar mais de uma perspectiva).

Segundo momento da aula

A partir do que foi discutido com os alunos, explique os conceitos de poder, de papeis sociais, gênero, estruturas sociais, movimentos sociais e revolução.

Introduza uma abordagem histórica que evidencie como a música foi (e ainda é) usada como instrumento de contestação social.

Terceiro momento da aula

Relate a história da banda de rock “4 non Blondes”, discutindo questões que envolve a criação de uma banda de mulheres com um nome relativamente crítico. É possível citar diversas outras bandas ou cantoras, inclusive brasileiras.

Dica de fonte: https://www.letras.com.br/4-non-blondes/biografia

Quarto momento

Apresente a música “What’s Up” aos alunos na versão inglês. Aproveite para solicitar que façam a tradução com auxílio de dicionário (o que pode acontecer na aula de Inglês).

Quinto momento (e último)

Solicite que relacionem – oralmente – a letra da canção às seguintes questões:

  1. As condições para o sucesso entre mulheres e homens são as mesmas? Por quê?
  2. As estruturas sociais tem alguma influência sobre o lugar das mulheres na sociedade?
  3. Como a desigualdade de gênero (ou a dominação masculina) pode ser superada ou mitigada?

Ao longo das falas o professor(a) deve mediar a reflexão, inserindo abordagens teóricas que julgar pertinentes.

 

Segue abaixo clip da música e a letra traduzida

[Tradução]

E aí?

25 anos e minha vida está parada

Estou tentando subir essa grande montanha da esperança

Para um destino

Eu compreendi rapidamente quando soube que deveria

Que o mundo era feito dessa

fraternidade de homens

O que quer que isso signifique

E então eu choro às vezes

Quando estou deitada na cama Só para me livrar disso tudo

que está na minha cabeça

E estou me sentindo um tanto esquisita

E então eu acordo de manhã e piso lá fora

E respiro profundamente

E eu fico realmente bem

E eu grito do fundo dos meus pulmões

“O que está acontecendo? “

E eu digo: Hey!

E digo: “hei, o que está havendo? “

E eu digo: Hey!

E digo: “hei, o que está havendo? “

ooh, ooh ooh

E eu tento, oh meu Deus, eu tento

Eu tento todo o tempo nesta instituição

E eu oro oh meu Deus, eu oro

Eu oro todo dia

Por uma revolução

E então eu choro às vezes

quando estou deitada na cama

Só para me livrar disso tudo

que está na minha cabeça

E estou me sentindo um tanto esquisita

E então eu acordo de manhã e piso lá fora

E respiro profundamente

E eu fico realmente bem

E eu grito do fundo dos meus pulmões

“O que está acontecendo? “

E eu digo: Hey! hey, hey hey hey

E digo: “hei, o que está havendo? “

25 anos e minha vida está parada

Estou tentando subir essa grande montanha da esperança

Para um destino

 

 

 

 

 

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: