Apoie a campanha de criação do Conselho Federal de Sociologia

Apoie a campanha de criação do Conselho Federal de Sociologia

Que tal apoiar a criação do Conselho Federal de Sociologia?

APOIE no site no Senado – AQUI

Qual a relevância da criação do Conselho Federal de Sociologia para a sociedade brasileira?

A Lei 6.888/80 e o Decreto 89.531/84 instituiu legalmente a profissão do ‘soció[email protected]’. São profissionais que desenvolvem e utilizam um conjunto variado de técnicas e métodos de pesquisa para o estudo das coletividades humanas e interpreta os problemas da sociedade, da política e da cultura. São também, pela sua expertise, produtores e analistas de informações sociais e econômicas.

Algumas áreas de atuação do sociológico:

Entre a miríade de participação e contribuição no mercado de trabalho, destacamos abaixo o protagonismo do soció[email protected], em:

Pesquisas quantitativas e qualitativas (sociais, eleitorais e de mercado) e ou levantamentos e análises de dados socioeconômicos e sociodemográficos – imprescindível que haja profissionais preparados e com sólidos conhecimentos nesta área, para certificar/avalizar os trabalhos encomendados e ou contratados no que diz respeito a aplicação do método científico, escolha e definição das técnicas de pesquisa e métodos de análise coleta e análise dos dados, propor hipóteses para explicar as observações e análises realizadas;

Assistência Social (Vigilância Socioassistencial) – produzindo diagnósticos para o conhecimento da realidade, das privações sociais, potencialidades existentes no território, apontando caminhos para a diminuição da vulnerabilidade e prevenção de situações de risco social;

Saúde (SUS – Vigilância Epidemiológica) – nos estudos, diagnósticos de prevenção de fenômenos causadores de doenças;

Segurança Pública – com diagnóstico a partir de indicadores de criminalidade, traçando o perfil social do crime ou dos agentes, bem como, subsidiando os poderes judiciário, executivo e legislativo em pareceres afetos a coletividade.

Meio Ambiente/Cidade Sustentável – desenvolvimento de trabalho técnico junto a gestão territorial e socioambiental, principalmente, na elaboração de Estudos e Relatórios de Impactos Ambientais (EIAs/RIMAs), uma vez que o Meio Ambiente é justamente a inter-relação sociedade e natureza pautada pelo princípio de sustentabilidade, correlacionado ainda a este segmento, o profissional pode participar da elaboração dos Estudos de Impacto de Vizinhança, imprescindível à execução de grandes obras de infraestrutura urbana e rural, que configuram a realidade social da nação;

Habitação/Moradia – Estudos e diagnósticos que dizem respeito ao levantamento do déficit habitacional e na proposição de projetos de moradia, principalmente, para a população de baixa renda. Com efeito, na atuação como “Técnico Social” formação em Sociologia/Ciências Sociais, segundo a Portaria 464 de 25 de julho de 2018 do Ministérios das Cidades, com estudos diagnósticos integrados e participativos do território, compreendendo as dimensões social, econômica, produtiva, ambiental e político institucional do território e da população beneficiária. Esses estudos consideram também as características da intervenção, visando promover o exercício da participação e a inserção social dessas famílias, em articulação com as demais políticas públicas, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e para a sustentabilidade dos bens, equipamentos e serviços implantados.

Emprego/Trabalho e renda – estudos e diagnósticos que dizem respeito ao mercado formal e informal de trabalho, apontando alternativas e cenários para resolver o problema do desemprego e subemprego em nosso país;
Rede Sociais – a demanda pela atividade de analista de redes sociais vem crescendo dia-a-dia. Muito mais do que saber o que os indivíduos postam nas redes sociais, cabe a pergunta – Por que postam? Com qual objetivo? Essa é uma resposta que pode ser plenamente dada às empresas, governos e sociedade de uma forma geral, pelos sociólogos e sociólogas brasileiros.

Por fim, o trabalho/ofício do soció[email protected], contribui sobremaneira para a formação e o exercício da cidadania!

Neste sentido, pedimos seu apoio e a sua rede de amigos/grupos para nossa proposta de Ideia Legislativa ‘Criação do Conselho Federal de Sociologia’!

APOIE no site no Senado – AQUI

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: