Nossa colaboração ao tema do ENEM 2018

Nossa colaboração ao tema do ENEM 2018

Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet*

Por Cristiano das Neves Bodart

O tema da redação do ENEM-2018, “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet“, veio a calhar por lançar luz à uma crescente vigilância do comportamento dos usuários de internete ao uso e venda das informações obtidas para induzir o comportamento desses usuários. Nesse contexto, a famosa frase, “Saber e Poder”, de Francis Bacon, é levada muito a sério pelos envolvidos com Big Data.

Conhecer os consumidores é muito importante para o mercado. O mesmo vale no campo político, na relação entre marketeiros e eleitores. Notemos que isso vem sendo levado muito a sério por empresas de Marketing virtual e comércio online. Contudo, apenas conhecer os consumidores (ou eleitores) passou a ser insuficiente. Tornou-se necessário prever desejos, induzir gostos, fomentar ações de compra; e a informação é aqui o ponto central. Trata-se de elementos para construir estratégias eficazes para produzir, o que Durhkeim chamou de consciências coletivas, ou mesmo o que Marx denominou de ideologias; sobretudo voltadas ao consumo. Trata-se de um avanço substantivo da Industria Cultural.

Para levar à cabo os objetivos de prever desejos, induzir gostos, fomentar ações de compra, etc., empresas como o Facebook, onde as pessoas se expõe em ritmo crescentearmazenam milhares de dados dos usuários e os utiliza para projetar propagandas personalizadas/individualizadas, ampliando a possibilidade de serem clicadas, lidas, consumidas e/ou compradas. Trata-se de informações de milhares de usuários valiosíssimas e que podem ser utilizadas para os mais diversos fins, tais como supostamente teria ocorrido recentemente na campanha à presidência dos Estados Unidos (e possivelmente no Brasil), situação em que essas informações teriam sido usadas para gerar propagandas personalizadas ao usuário de internet. O recente escândalo envolvendo o Facebook no vazamento de informações alertou a população mundial o quão vulneráveis estamos – e vamos ficando cada vez mais na medida que acessamos a internet.

O tema da redação veio a calhar, sobretudo por se direcionar principalmente aos jovens, principais usuários da internet e – com isso – os mais vulneráveis à manipulação (por conta da maior exposição). “Saber é poder”, e a proposta do exame nacional colabora, em certa forma, para o empoderamento dos jovens usuários de internet.

 

*Texto produzido entre 13h20 e 13h40 do dia 04 de novembro de 2018.

Cristiano Bodart

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Docente do Centro de Educação da Ufal.

View more articles Subscribe
comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu
%d blogueiros gostam disto: